Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 23 de dezembro de 2019.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

Cultura negra

Edição impressa de 23/12/2019. Alterada em 23/12 às 03h00min

Sarau homenageia Delma Gonçalves

Tributo à poetisa e compositora ocorre no Capadócia Bar & Pub

Tributo à poetisa e compositora ocorre no Capadócia Bar & Pub


FEIJÃO/DIVULGAÇÃO/JC
Promovido pelo Coletivo Nimba, voltado à celebração da cultura afrocentrada, a quarta edição do sarau A única negra presta homenagem à poetisa e compositora Delma Gonçalves nesta segunda-feira (23), às 20h30min, no Capadócia Bar & Pub (Andradas, 724). Couvert a R$ 20,00, no local.
Promovido pelo Coletivo Nimba, voltado à celebração da cultura afrocentrada, a quarta edição do sarau A única negra presta homenagem à poetisa e compositora Delma Gonçalves nesta segunda-feira (23), às 20h30min, no Capadócia Bar & Pub (Andradas, 724). Couvert a R$ 20,00, no local.
A festividade contará com as vozes das cantoras Claudia Quadros, Denizeli Cardoso, Glau Barros, Marietti Fialho e Maria do Carmo Carneiro, em textos de Silvia Abreu, Silvia Duarte e Lilian Rocha, além de intervenções do grupo de danças Brazil Estrangeiro e do coletivo Poetas Vivos. Participam, ainda, os músicos Marco Farias (piano) e Alexsandra Amaral (percussão).
Delma Gonçalves é uma das personalidades mais atuantes da vida cultural da capital gaúcha. Parceira musical de Bedeu desde os anos 1970, ela é a primeira secretária da Associação de Sambistas e Compositores Gaúchos e colaboradora ativa do sarau Sopapo Poético. Em novembro deste ano, lançou, na Feira do Livro de Porto Alegre, o volume de poesias O som das letras.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia