Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 03 de dezembro de 2019.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

ARTES VISUAIS

Edição impressa de 03/12/2019. Alterada em 03/12 às 03h00min

Exposição 'Entre pátios' reúne obras de três artistas no Linha

Marília Bianchini é uma das artistas com trabalhos na mostra, que vai até sábado

Marília Bianchini é uma das artistas com trabalhos na mostra, que vai até sábado


REPRODUÇÃO MARILIA BIANCHINI/DIVULGAÇÃO/JC
Reunindo trabalhos de Antônio Augusto Bueno, Marília Bianchini e Marlies Ritter, a exposição Entre pátios será inaugurada nesta terça-feira (3), às 18h, no Linha (São Pedro, 540). A mostra reúne artistas que tomam seus jardins como espaço de observação, produção e reflexão. A visitação vai até sábado, das 18h às 24h. No último dia da exposição, às 17h, haverá uma roda de conversa com os artistas convidados, com entrada franca.
Reunindo trabalhos de Antônio Augusto Bueno, Marília Bianchini e Marlies Ritter, a exposição Entre pátios será inaugurada nesta terça-feira (3), às 18h, no Linha (São Pedro, 540). A mostra reúne artistas que tomam seus jardins como espaço de observação, produção e reflexão. A visitação vai até sábado, das 18h às 24h. No último dia da exposição, às 17h, haverá uma roda de conversa com os artistas convidados, com entrada franca.
Entre pátios foi concebida de forma compartilhada pela turma da disciplina Curadoria em Arte, ministrada por Fernanda Albuquerque e integrante do bacharelado em Museologia da Ufrgs. A proposta é convidar o visitante ao exercício da presença, evocando a arte como possibilidade de criar momentos de respiro e renovar sentidos de vida e de existência. Cada um a seu modo, a partir de seus próprios jardins, Marília, Antônio e Marlies investigam outras maneiras de pensarmos a pluralidade das formas de vida, convocando-nos ao exercício da percepção pautada em um tempo mais dilatado.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia