Porto Alegre, sexta-feira, 24 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 24 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

festival

- Publicada em 21h50min, 26/11/2019. Atualizada em 09h35min, 27/11/2019.

Longa de Eryck Rocha encerra o Cine Esquema Novo

Fabrício Boliveira como o taxista Paulo no filme 'Breve miragem de sol', dirigido pelo filho de Glauber Rocha

Fabrício Boliveira como o taxista Paulo no filme 'Breve miragem de sol', dirigido pelo filho de Glauber Rocha


MIGUEL VASSY/DIVULGAÇÃO/JC
Nesta quarta-feira (27), às 18h30min, chega ao fim de mais uma edição do Cine Esquema Novo 2019 – Arte Audiovisual Brasileira, com a exibição do longa-metragem Breve miragem de sol, de Eryk Rocha, seguida de cerimônia de premiação da Mostra Competitiva Brasil, Mostra Outros Esquemas e Mostra Audiovisual em Curso, na Cinemateca Capitólio Petrobras (Demétrio Ribeiro, 1.085).
Nesta quarta-feira (27), às 18h30min, chega ao fim de mais uma edição do Cine Esquema Novo 2019 – Arte Audiovisual Brasileira, com a exibição do longa-metragem Breve miragem de sol, de Eryk Rocha, seguida de cerimônia de premiação da Mostra Competitiva Brasil, Mostra Outros Esquemas e Mostra Audiovisual em Curso, na Cinemateca Capitólio Petrobras (Demétrio Ribeiro, 1.085).
Breve miragem de sol estreou internacionalmente em outubro durante o BFI London Film Festival e no Brasil na 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. A produção conta a história de Paulo (interpretado por Fabrício Boliveira), um homem de 40 anos desempregado e recém-divorciado que começa a dirigir um táxi pelas noites do Rio de Janeiro. Carregando uma dívida com seu filho, Mateus (de 10 anos), ele encontra no novo trabalho a chance de um recomeço.
Conforme Paulo aprende a coreografia da nova profissão, noite após noite, conversas com os passageiros misturam-se às de sua vida. Karina (Bárbara Colen, de Bacurau), enfermeira de um hospital público, surge na vida dele como um respiro de amor e luta. Assim como ela, cada passageiro possui um destino diferente, mas ao fim é sempre Paulo que está no comando do volante, tecendo uma grande narrativa sobre um país em convulsão política, econômica e social.
Ao todo, 33 obras da Mostra Competitiva Brasil concorrem ao Grande Prêmio Cine Esquema Novo. A comissão julgadora é formada pela realizadora Camila Leichter, pela crítica de arte e curadora Gabriela Motta e pelo ator e diretor Silvero Pereira. O vencedor recebe o troféu, confeccionado pelo artista Luiz Roque criado especialmente para o CEN, além de prêmios em serviços da Locall, KF Studios, TECNA/Pucrs. As Mostras Outros Esquemas e Audiovisual em Curso também terão seus vencedores revelados.
Os ingressos para a exibição de Breve miragem de sol custam R$ 10,00 e podem ser adquiridos na bilheteria da Cinemateca Capitólio 30 minutos antes da sessão. A Cerimônia de Encerramento do CEN 2019 tem entrada franca, com distribuição de senhas a partir das 20h, e exibirá o vídeo-manifesto Experimentar é resistir, produzido pela diretoria 2019 da APTC-RS em parceria com o Cine Esquema Novo. Em diálogo com o jogo dadaísta do cadáver esquisito, a entidade convida os realizadores do festival para compor uma só voz em defesa do audiovisual brasileiro.
Comentários CORRIGIR TEXTO