Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 29 de novembro de 2019.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

Cinema

Edição impressa de 29/11/2019. Alterada em 29/11 às 03h00min

Série policial 'Carcereiros' vira filme

Longa dá prosseguimento à história do agente penitenciário Adriano, vivido por Rodrigo Lombardi

Longa dá prosseguimento à história do agente penitenciário Adriano, vivido por Rodrigo Lombardi


/RAMÓN VASCONCELLOS/DIVULGAÇÃO/JC
Série vencedora do prêmio do Grande Júri no MIPTV 2017, uma das maiores feiras televisivas do mundo, ocorrida em Cannes, Carcereiros - O filme é uma nova história inspirada na obra da Globo e no livro de Drauzio Varella. Entre os destaques, Rodrigo Lombardi volta para reprisar seu papel como Adriano.
Série vencedora do prêmio do Grande Júri no MIPTV 2017, uma das maiores feiras televisivas do mundo, ocorrida em Cannes, Carcereiros - O filme é uma nova história inspirada na obra da Globo e no livro de Drauzio Varella. Entre os destaques, Rodrigo Lombardi volta para reprisar seu papel como Adriano.
Um agente penitenciário que tem aversão à violência e íntegro, Adriano deve seguir mantendo a tranquilidade no presídio, ainda que esteja lidando com problemas familiares. Nesta nova trama, agora ele deve encarcerar Abdel Mussa, vivido por Kaysar Dadour. O clima já tenso, por conta da disputa entre duas facções, é agravado com a chegada do terrorista internacional, obrigando Adriano a enfrentar uma rebelião e vigiar as ações de Mussa. O elenco conta ainda com Dan Stulbach, Jackson Antunes, Milton Gonçalves, Rafael Portugal, Rainer Cadete e Tony Tornado.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia