Porto Alegre, sexta-feira, 24 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 24 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

música

- Publicada em 03h26min, 22/11/2019. Atualizada em 03h00min, 22/11/2019.

Xavier Rudd traz seu folk engajado ao Opinião

Música do australiano tem elementos havaianos e aborígenes

Música do australiano tem elementos havaianos e aborígenes


COLE BENNETS/DIVULGAÇÃO/JC
Um dos artistas mais destacados da atual cena australiana, o cantor, compositor e multi-instrumentista Xavier Rudd faz seu primeiro show em Porto Alegre no sábado, às 21h, no Opinião (Jose do Patrocinio, 834). Conectada ao selo Popload Gig, a apresentação trará a mistura de folk com música havaiana e aborígene que marca a trajetória do artista. Ingressos (a partir de R$ 90,00, mediante doação de 1kg de alimento não perecível) estão à venda no site Ticketload e na loja Multisom da Andradas. Quem garantir o ingresso até as 23h55min de sexta-feira pode aproveitar o desconto na promoção Black Fun Friday, com entradas por R$ 80,00.
Um dos artistas mais destacados da atual cena australiana, o cantor, compositor e multi-instrumentista Xavier Rudd faz seu primeiro show em Porto Alegre no sábado, às 21h, no Opinião (Jose do Patrocinio, 834). Conectada ao selo Popload Gig, a apresentação trará a mistura de folk com música havaiana e aborígene que marca a trajetória do artista. Ingressos (a partir de R$ 90,00, mediante doação de 1kg de alimento não perecível) estão à venda no site Ticketload e na loja Multisom da Andradas. Quem garantir o ingresso até as 23h55min de sexta-feira pode aproveitar o desconto na promoção Black Fun Friday, com entradas por R$ 80,00.
Durante o show, Xavier Rudd fará uma retrospectiva de seus nove álbuns, distribuídos por quase 20 anos de carreira. A natureza, o surfe, a espiritualidade e o amor são elementos fundamentais na proposta criativa do músico, que tenta conscientizar sobre temas como veganismo, ambientalismo e a situação de povos nativos. No palco, ele toca gaita, guitarra, violão, banjo, percussão e didgeridoo, instrumento de sopro típico dos aborígenes australianos.
Comentários CORRIGIR TEXTO