Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 08 de novembro de 2019.
Dia Mundial do Urbanismo.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

Cinema

Edição impressa de 08/11/2019. Alterada em 08/11 às 03h00min

'Trabalhar cansa' é atração de mostra no Cine Farol Santander

Filme fala sobre uma jovem que enfrenta dificuldades atípicas com sua mercearia de bairro

Filme fala sobre uma jovem que enfrenta dificuldades atípicas com sua mercearia de bairro


PRANA FILMES/DIVULGAÇÃO/JC
A doutora em cinema Flávia Seligman é a convidada da exibição de Trabalhar cansa, que faz parte da mostra Cineastas do Brasil, que ocorre no Cine Farol Santander (Sete de Setembro, 1.028) neste sábado, às 18h30min. A sessão comentada tem ingressos a R$ 18,00.
A doutora em cinema Flávia Seligman é a convidada da exibição de Trabalhar cansa, que faz parte da mostra Cineastas do Brasil, que ocorre no Cine Farol Santander (Sete de Setembro, 1.028) neste sábado, às 18h30min. A sessão comentada tem ingressos a R$ 18,00.
O filme acompanha a dona de casa Helena, uma jovem que decide iniciar uma mercearia de bairro como seu primeiro negócio. Ela decide por contratar Paula para que cuide de sua filha e da casa. A situação entra em conflito quando Otávio, marido de Helena, fica desempregado, gerando uma mudança de relações entre os três de forma repentina e que leva até acontecimentos que ameaçam o comércio da mulher.
Após o longa, Flávia conversa com os presentes sobre as relações no ambiente de trabalho e como é o processo de produção audiovisual em um mercado em que a participação da mulher não é expressiva.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia