Porto Alegre, sábado, 25 de julho de 2020.
Dia do Escritor. Dia do Motorista .

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 25 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Cinema

- Publicada em 03h38min, 11/10/2019. Atualizada em 03h00min, 11/10/2019.

Adolescência, cyberbullying e sexualidade feminina são temas abordados em 'Luna'

Em filme dirigido por Cris Azzi, Luana e Emília constroem uma amizade intensa

Em filme dirigido por Cris Azzi, Luana e Emília constroem uma amizade intensa


/GUSTAVO BAXTER/DIVULGAÇÃO/JC
Dirigido por Cris Azzi, Luna conta a história do encontro de Luana e Emília e os desdobramentos e consequências da nova amizade. O filme foi exibido no 51º Festival de Cinema de Brasília e no Festival do Rio 2018.
Dirigido por Cris Azzi, Luna conta a história do encontro de Luana e Emília e os desdobramentos e consequências da nova amizade. O filme foi exibido no 51º Festival de Cinema de Brasília e no Festival do Rio 2018.
A ideia surgiu a partir de uma matéria jornalística ao qual o diretor teve acesso em 2014, em que uma jovem de 17 anos suicidou-se após ter um vídeo de sexo viralizado nas redes sociais. Com uma abordagem transversal do cyberbullying, o filme também considera temas como a descoberta da sexualidade feminina, estando associada à autoexposição favorecida pelas novas mídias, além da busca por experiências novas e pelo pertencimento e autoafirmação.
Assim, ele desenvolve uma intensa amizade entre as protagonistas. Vivendo as expectativas e emoções da transição à vida adulta, Luana e Emília entram em uma jornada de experimentação e autoconhecimento, caminho que é recheado de surpresas. O agravante está em que qualquer exposição indesejada pode trazer sérias resoluções.
Comentários CORRIGIR TEXTO