Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 06 de setembro de 2019.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

música

Edição impressa de 06/09/2019. Alterada em 06/09 às 03h00min

Espaço 373 recebe o New Trio nesta sexta-feira

New Trio apresenta show Coletânea Samba Jazz e afins

New Trio apresenta show Coletânea Samba Jazz e afins


ELISA CANOVAS/DIVULGAÇÃO/JC
O Espaço 373 (Comendador Coruja, 373) recebe o pianista Luis Henrique New nesta sexta-feira, às 21h30min, no show Coletânea samba jazz e afins. No repertório, o New Trio traz composições autorais e clássicos de artistas como Tom Jobim, Baden Powell, João Bosco, Chick Korea e Azimuth. Os ingressos antecipados estão à venda no site Eventbrite a R$ 30,00; na hora, o valor é R$ 40,00, com meia entrada para estudantes e classe artística.
O Espaço 373 (Comendador Coruja, 373) recebe o pianista Luis Henrique New nesta sexta-feira, às 21h30min, no show Coletânea samba jazz e afins. No repertório, o New Trio traz composições autorais e clássicos de artistas como Tom Jobim, Baden Powell, João Bosco, Chick Korea e Azimuth. Os ingressos antecipados estão à venda no site Eventbrite a R$ 30,00; na hora, o valor é R$ 40,00, com meia entrada para estudantes e classe artística.
Acompanhado de Everson Vargas (baixo) e Ricardo Arenhaldt (bateria), o pianista desenvolve uma sonoridade que aproxima a linguagem musical brasileira do jazz norte-americano e latino, sem deixar de fora a bossa nova. New já acompanhou artistas como Jamelão, Martinha, Valdirene e Carmem Silva, além de excursionar por países como Estados Unidos e Japão. Com a Banda Venerável Lama, ganhou o prêmio Açorianos de Música como melhor tecladista (2000) e, como pianista do grupo Delicatessen, recebeu o Prêmio TIM como Melhor Disco em Língua Estrangeira (2007).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia