Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 09 de agosto de 2019.
Dia Internacional dos Povos Indígenas.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

cinema

Edição impressa de 09/08/2019. Alterada em 09/08 às 03h00min

Animação alemã traz andorinha que acreditava ser gaivota

'Voando alto' conta com as vozes de Kate Winslet e Willem Dafoe na dublagem original

'Voando alto' conta com as vozes de Kate Winslet e Willem Dafoe na dublagem original


PARIS FILMES/DIVULGAÇÃO/JC
Voando alto é uma animação alemã dirigida por Andrea Block e Christian Haas. Na história, Manou, em toda sua vida, acreditou que era uma gaivota, bem como seus pais. Esforçado para nadar, pescar e voar como eles, é surpreendido ao descobrir se tratar de uma andorinha, espécie que é vista como amaldiçoada.
Voando alto é uma animação alemã dirigida por Andrea Block e Christian Haas. Na história, Manou, em toda sua vida, acreditou que era uma gaivota, bem como seus pais. Esforçado para nadar, pescar e voar como eles, é surpreendido ao descobrir se tratar de uma andorinha, espécie que é vista como amaldiçoada.
Ainda que tenha sido adotado, sua família segue o apoiando, defendendo que ele é um pássaro assim como eles, em especial seu irmão Luc, que o admira. O problema é que ele mesmo não se ajuda, ficando responsável por cuidar dos ovos da comunidade, mas estes são levados pelos ratos. Indignadas, as gaivotas expulsam Manou. Sem rumo e deprimido, ele cria um laço de amizade com Parzival, uma ave que não consegue voar, além de Yusuf e Poncho. Mas é quando conhece a andorinha Kalifa que sua vida muda.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia