Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 09 de agosto de 2019.
Dia Internacional dos Povos Indígenas.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

cinema

Edição impressa de 09/08/2019. Alterada em 09/08 às 03h00min

Festa do Cinema Italiano exibe filmes até 14 de agosto em Porto Alegre

Toni Servillo como Silvio Berlusconi em 'Silvio e os outros', um dos destaques do festival

Toni Servillo como Silvio Berlusconi em 'Silvio e os outros', um dos destaques do festival


GIANNI FIORITO/DIVULGAÇÃO/JC
Porto Alegre recebe, até 14 de agosto, o 8 1/2 Festa do Cinema Italiano. A proposta é que o festival apresente uma seleção de produções contemporâneas da sétima arte da Itália, passando por 16 cidades no Brasil.
Porto Alegre recebe, até 14 de agosto, o 8 1/2 Festa do Cinema Italiano. A proposta é que o festival apresente uma seleção de produções contemporâneas da sétima arte da Itália, passando por 16 cidades no Brasil.
Um dos destaques da mostra é Silvio e os outros (Loro), recente e última obra do aclamado diretor Paolo Sorrentino, em que trata sobre a vida de Silvio Berlusconi, ex-primeiro ministro italiano. O festival conta também com produções inéditas e que foram destaques em festivais de cinema como Cannes.
Entre as pré-estreias, estão longas como Lucia cheia de graça (Troppa Grazia), de Gianni Zanasi, exibido na Quinzena dos Realizadores no Festival de Cannes 2018; Noite mágica (Notti Magiche), o novo filme de Paolo Virzì; Euforia, de Valeria Golino; Federico Bondi apresenta Dafne, com a proposta de apresentar uma emocionante história; Desafio de um campeão, de Leonardo D'Agostini e Bangla; de Phaim Bhuiyan, produção que recentemente recebeu o prêmio de Melhor Comédia Italiana de 2019, apontada pelos críticos italianos.
Entre os já considerados clássicos contemporâneos, está a sessão especial de O melhor da juventude, de Marco Tullio Giordana, que faz sua volta à tela grande. Ainda haverá o ciclo A grande arte no cinema, que lembra figuras da arte renascentista, com Michelangelo - Infinito; e Caravaggio - A alma e o sangue.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia