Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 29 de julho de 2019.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

Teatro

Edição impressa de 29/07/2019. Alterada em 29/07 às 03h00min

'Medeia Vozes' retorna para curta temporada em Porto Alegre

Espetáculo da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz terá sessões até 20 de agosto

Espetáculo da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz terá sessões até 20 de agosto


PEDRO ISAIAS LUCAS/DIVULGAÇÃO/JC
Reestreia hoje, às 19h30min, Medeia Vozes, criação da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz. Os ingressos para a apresentação na Terreira da Tribo (Santos Dumont, 1.186) são vendidos por R$ 60,00. Sessões segundas e terças-feiras até 20 de agosto. 
Reestreia hoje, às 19h30min, Medeia Vozes, criação da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz. Os ingressos para a apresentação na Terreira da Tribo (Santos Dumont, 1.186) são vendidos por R$ 60,00. Sessões segundas e terças-feiras até 20 de agosto. 
Idealizado em 2013, o espetáculo é inspirado no romance homônimo de Christa Wolf, buscando representar uma obra multicultural que investiga o teatro ritual de origem artaudiana e a performance contemporânea. A proposta do grupo é realizar uma releitura do mito, em que é desconstruído o modelo euripidiano, apresentando Medeia como uma mulher de conhecimento e com atitude que contrapõe ao poder estabelecido. O que não interessa para a Tribo é a compreensão linear do espetáculo, mas com a proposição de uma visão expandida, fragmentada, com diversificação dos planos e simultaneidade da ação. A reconstituição dos fatos é deixada à iniciativa de cada um.
Medeia Vozes recebeu diversos prêmios concedido ao teatro gaúcho (Açorianos de melhor espetáculo, melhor atriz para Tânia Farias, direção, cenografia, iluminação, trilha original para Johann Alex de Souza, dramaturgia e produção, e Prêmio de Melhor Espetáculo pela Escola de Espectadores), além de ter realizado também temporada em São Paulo, Arco Verde em Pernambuco e Crato no Ceará.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia