Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 10 de julho de 2019.
Dia da Pizza.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

ACONTECE

Edição impressa de 10/07/2019. Alterada em 10/07 às 03h00min

Espetáculo 'A Sbørnia Kontr'Atracka' apresenta curta temporada no Theatro São Pedro

Concerto estará em cartaz até domingo

Concerto estará em cartaz até domingo


SABRINA SAMARA/DIVULGAÇÃO/JC
Sbørnia, o país flutuante que ficou conhecido pelo espetáculo Tangos & Tragédias, completa 35 anos. Como forma de celebrar a data, o concerto A Sbørnia KontrAtracka - o sonho não acabou volta ao palco do Theatro São Pedro (Praça Mal. Deodoro, s/nº) para uma curta temporada, que começa nesta quarta-feira (10), às 21h, e vai até domingo, às 20h. Os ingressos são vendidos entre R$ 50,00 e R$ 100,00 na bilheteria e pelo site https://vendas.teatrosaopedro.com.br/.
Sbørnia, o país flutuante que ficou conhecido pelo espetáculo Tangos & Tragédias, completa 35 anos. Como forma de celebrar a data, o concerto A Sbørnia KontrAtracka - o sonho não acabou volta ao palco do Theatro São Pedro (Praça Mal. Deodoro, s/nº) para uma curta temporada, que começa nesta quarta-feira (10), às 21h, e vai até domingo, às 20h. Os ingressos são vendidos entre R$ 50,00 e R$ 100,00 na bilheteria e pelo site https://vendas.teatrosaopedro.com.br/.
No show, as tradições e a cultura da ilha flutuante são apresentadas à plateia de modo tipicamente sbørniana, com música e humor. Os narradores são Kraunus (Hique Gomez) e Nabiha (Simone Rasslan), a grande pianista sbørniana formada pela Libertok Universitik de Musik da Sbørnia, mesma universidade do Maestro Pletskaya (Nico Nicolaiewsky, 1957-2014), que na história retornou para a Sbørnia com o objetivo de controlar uma revolução.
Para esta temporada e como uma decisão para outras que virão, a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) fechou uma parceria com o espetáculo, com a participação agora permanente do Coral Jovem do grupo, que conta com 50 jovens, entre oito a 20 anos, e responsáveis por interpretar O Jungst Kohoral Sbørniani. Outras participações especiais são Cláudio Levitan como o Professor Kanflutz, um dos principais compositores do repertório sbørniano, e a sapateadora Gabriela Castro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia