Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 03 de julho de 2019.

Jornal do Comércio

Cultura

CORRIGIR

Centros culturais

03/07/2019 - 17h15min. Alterada em 03/07 às 17h16min

Prefeitura recebe três propostas para concessão do Araújo Vianna

Documentos vão para análise de secretarias; expectativa é assinar contrato até setembro deste ano

Documentos vão para análise de secretarias; expectativa é assinar contrato até setembro deste ano


MARCELO G. RIBEIRO/JC
Igor Natusch
Três empresas apresentaram, à prefeitura de Porto Alegre, propostas para a concessão do Auditório Araújo Vianna e do Teatro de Câmara Túlio Piva. A abertura dos envelopes estava agendada para a última terça-feira. Além da Opus Assessoria e Promoções Artísticas, que administrava o auditório desde 2007, as empresas 6 Pro Eventos e Urbanes Empreendimentos entregaram a documentação requerida para a concorrência. As informações são da Secretaria Municipal da Fazenda.
Três empresas apresentaram, à prefeitura de Porto Alegre, propostas para a concessão do Auditório Araújo Vianna e do Teatro de Câmara Túlio Piva. A abertura dos envelopes estava agendada para a última terça-feira. Além da Opus Assessoria e Promoções Artísticas, que administrava o auditório desde 2007, as empresas 6 Pro Eventos e Urbanes Empreendimentos entregaram a documentação requerida para a concorrência. As informações são da Secretaria Municipal da Fazenda.
Agora, o material será digitalizado e encaminhado, via Sistema Eletrônico de Informações, para manifestação das secretarias municipais da Cultura e de Parcerias Estratégicas quanto aos atestados técnicos. Não há, até o momento, um prazo previsto para entrega das análises. De qualquer modo, a expectativa do titular da Secretaria Municipal da Cultura (SMC), Luciano Alabarse, é de que o contrato com a vencedora seja assinado entre agosto e setembro deste ano.
Do investimento de R$ 6,7 milhões previsto para as obras, a maior parte deve ser destinada ao Túlio Piva, que passará por uma reformas. As contrapartidas preveem também a realização de reparos na cobertura e na esplanada de acesso ao Araújo Vianna, entre outros. A prefeitura deve manter a prerrogativa de agendar espetáculos nos dois espaços, em um número pré-estabelecido de datas no ano.
Desde junho, o uso do Araújo Vianna está sendo administrado pela SMC, após o encerramento definitivo do contrato anterior com a Opus. Originalmente, a concessão seria encerrada em 2017, mas foi prorrogada como compensação ao período de reformas promovidas nas instalações pela concessionária, que impediram a plena utilização durante os primeiros meses do acordo.
A secretaria está recebendo, até 31 de agosto, propostas para utilização do espaço, em manifestações culturais como dança, teatro, circo e música. Congressos, conferências e seminários também podem encaminhar propostas, desde que não possuam caráter político-partidário, litúrgico religioso e sindical.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia