Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 01 de julho de 2019.
Dia Mundial da Arquitetura.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

acontece

Edição impressa de 01/07/2019. Alterada em 01/07 às 03h00min

Memorial do Rio Grande do Sul recebe painel sobre a história do movimento LGBTI

Paralelo à mostra De Stonewall ao Nuances, painel História e Historiografia LGBTI+ ocorre amanhã

Paralelo à mostra De Stonewall ao Nuances, painel História e Historiografia LGBTI+ ocorre amanhã


MARIANGELA MACHADO/DIVULGAÇÃO/JC
Acontece nesta terça-feira (2), no Memorial do Rio Grande do Sul (Sete de Setembro, 1.020), às 19h, o painel História e Historiografia LGBTI . A atividade gratuita conta com a presença da mestra em História Augusta Silveira de Oliveira, do professor doutor Benito Bisso Schmidt, do graduando em História Caio Tedesco e da doutoranda em História Lauri Miranda.
Acontece nesta terça-feira (2), no Memorial do Rio Grande do Sul (Sete de Setembro, 1.020), às 19h, o painel História e Historiografia LGBTI . A atividade gratuita conta com a presença da mestra em História Augusta Silveira de Oliveira, do professor doutor Benito Bisso Schmidt, do graduando em História Caio Tedesco e da doutoranda em História Lauri Miranda.
Para o painel, os participantes abordam as possibilidades da desconstrução de preconceitos, a partir da História, e a construção de uma sociedade mais igualitária. A atividade acontece de forma integrada com a exposição De Stonewall ao Nuances: 50 anos de ação, realizada pelo curso de Museologia da Ufrgs em parceria com o Nuances - Grupo pela Livre Expressão Sexual, no primeiro andar do Memorial, até 14 de julho.
O evento que a mostra cobre, ocorrido na cidade de Nova Iorque, completou 50 anos na sexta-feira (28 de junho), em que Marsha P. Johnson deu início à Rebelião de Stonewall, um marco importante para a história LGBTI em âmbito internacional.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia