Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 16 de maio de 2019.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

ACONTECE

Edição impressa de 15/05/2019. Alterada em 15/05 às 03h00min

Idealizado por Arthur Faria, Tum Toin Foin realiza apresentação de estreia

Grupo se apresenta no Teatro Renascença

Grupo se apresenta no Teatro Renascença


ROMAR RIGON/DIVULGAÇÃO/JC
Para celebrar as três décadas de carreira de Arthur de Faria, o compositor reuniu músicos com quem trabalhou anteriormente para formar a Tum Toin Foin, cuja estreia ocorre em show nesta quarta-feira (15), no Teatro Renascença (Érico Veríssimo, 307). Com início às 20h, a entrada fica pelo valor de R$ 30,00.
O grupo de câmara se apresenta como detentor de um rigor erudito em execução e escritura, bem como de características do rock e um improviso do jazz, além de incorporar choro/samba e música regional gaúcha. Isso é possível pela formação da banda, que utiliza o quarteto de cordas em um violino (Miriã Farias) e um ou dois acordeões (Gabriel Romano e o próprio Arthur). Ainda há o acréscimo de um naipe de sopros graves (Ange Bazzani e Adolfo de Almeida Jr. nos fagotes, Julio Rizzo no trombone) e uma cozinha que mistura variados suingues, peso e complexidade rítmica (Guenther Andreas na bateria e Giovanni Berti na percussão). Completam o time Erick Endres na guitarra e Bruno Vargas no baixo. Assim nasceu o nome do grupo também: Tum, bateria e percussão; Toin, as cordas; Foin, os sopros.
Para o repertório, Arthur usou três filtros, tanto para composições inéditas quanto para arranjos de temas originalmente escritos para alguns dos 30 filmes e 21 espetáculos de teatro ou dança que musicou. No segundo semestre do ano, a banda gravará no estúdio Audio Porto seu primeiro material em áudio e vídeo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Romar Rigon 16/05/2019 18h24min
Tive o prazer de ver pela primeira vez esse grupo se apresentando no Festival Pira Rural de Ibarama-RS. Simplesmente maravilhoso!! Parabéns ao grupo!!!