Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 15 de março de 2019.
Dia Mundial do Consumidor. Dia da Escola.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

cinema

Edição impressa de 15/03/2019. Alterada em 15/03 às 01h00min

Longa 'As filhas do fogo' tem sessão comentada com diretora no Capitólio

No domingo, às 18h, a diretora argentina Albertina Carri participa de uma sessão comentada de As filhas do fogo. A mediação será feita pela pesquisadora Gabriela Almeida. O longa contém cenas de sexo e não é recomendado para menores de 18 anos. No drama erótico, três mulheres partem do Ushuaia, na Terra do Fogo, viajando pela Argentina com o objetivo de fazer um filme pornográfico e descobrir novas formas de prazer e relacionamento - bem longe dos homens.
A sessão faz parte da mostra Cinema da América Latina na Cinemateca Capitólio (Demétrio Ribeiro, 1.085), que apresenta ainda o mexicano Compra-me um revólver, o brasileiro Los silencios e o chileno Tarde para morrer jovem.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia