Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 05 de fevereiro de 2019.
Carnaval.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

ACONTECE

Edição impressa de 05/02/2019. Alterada em 05/02 às 01h00min

'Estação do diabo' tem sessões de pré estreia no Capitólio

Longa filipino, 'Estação do diabo' tem direção de Lav Diaz

Longa filipino, 'Estação do diabo' tem direção de Lav Diaz


ZETA FILMES/DIVULGAÇÃO/JC
Nesta terça e quarta-feira, às 14h, a Cinemateca Capitólio Petrobras (Demétrio Ribeiro, 1.085) promove sessões de pré-estreia de Estação do diabo, a ópera-rock política do renomado diretor filipino Lav Diaz, com música e letras assinadas por ele. O valor do ingresso é R$ 16,00, com meia-entrada para estudantes e idosos.
Na trama de Estação do diabo, passada no final dos anos 1970, uma gangue de policiais controlada por militares aterroriza uma remota aldeia nas Filipinas. O terror infligido aos cidadãos não é apenas corporal, mas também altamente psicológico. As pessoas são constantemente alimentadas com histórias apócrifas sobre o líder da aldeia. Algumas almas lutam, recusando-se a desistir.
O poeta, professor e ativista Hugo Haniway procura desesperadamente descobrir a verdade sobre o desaparecimento de sua esposa. Neste novo filme de Lav Diaz, narrativa e os personagens são uma combinação entre eventos reais e pessoas daquela época. Uma história de amor passada no período mais sombrio da história das Filipinas: a ditadura de Ferdinando Marcos. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia