Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 12 de novembro de 2018.
Dia do Supermercado. Dia Internacional da Qualidade.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

acontece

Edição impressa de 01/11/2018. Alterada em 12/11 às 13h49min

Memorial do Rio Grande do Sul expõe documentos do sequestro de uruguaios

Há quase 40 anos, o sequestro dos uruguaios Lilián Celiberti e Universindo Rodríguez Diaz sacudiu o período da ditadura. Com documentos, imagens e textos daquela época, uma exposição gratuita abre Às 18h desta segunda-feira (12) no segundo andar do Memorial do Rio Grande do Sul (Praça da Alfândega, s/nº). A visitação segue até 2 de dezembro. 
O episódio ocorreu em 12 de novembro de 1978, quando militares do Uruguai, com o auxílio de agentes brasileiros, capturaram em Porto Alegre, de forma clandestina, dois ativistas uruguaios: Lilián Celiberti e Universindo Díaz, além de duas crianças (filhos de Lilián). O caso ganhou repercussão internacional. 
Haverá também um debate sobre o fato relacionado às ditaduras militares no Cone Sul, no contexto da chamada Operação Condor, dia 12 deste mês, no mesmo local. A entrada é franca.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia