Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 03 de outubro de 2018.
Dia do Petróleo Brasileiro. Dia Mundial do Dentista.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

MÚSICA

Edição impressa de 03/10/2018. Alterada em 03/10 às 01h00min

Duo venezuelano é atração no projeto Unimúsica nesta quinta

El Tuyero Ilustrado é formado por Edward Ramírez (cuatro) e Rafa Pino (voz e maracas)

El Tuyero Ilustrado é formado por Edward Ramírez (cuatro) e Rafa Pino (voz e maracas)


JOSUAR OCHOA/DIVULGAÇÃO/JC
Caroline da Silva
Dando continuidade à série témpano américa, o projeto Unimúsica da Pró-Reitoria de Extensão da Ufrgs traz à Capital o duo venezuelano El Tuyero Ilustrado, formado por Edward Ramírez (cuatro) e Rafa Pino (voz e maracas). Com curadoria de Benjamim Taubkin, Demétrio Xavier, Leonardo Croatto e Lígia Petrucci, a temporada 2018 do Unimúsica tem como tema a produção musical latino-americana.
O quarto concerto da série ocorre nesta quinta-feira (4), às 20h, no Salão de Atos da Ufrgs (Paulo Gama, 110). Os ingressos podem ser retirados no mezanino do Salão de Atos, das 9h às 19h, mediante a entrega de 1 quilo de alimento não perecível. Hoje, também às 20h, os artistas participam de audição comentada com mediação de Demétrio Xavier na Sala II do Salão de Atos, com entrada franca.
A indicação do duo para a programação foi do pianista e compositor paulista Taubkin, que teve contato com eles em um festival na Colômbia: "Já conhecia o trabalho do Edward Ramírez do C4 - um trio de cuatros da Venezuela. Cuatro é um instrumento de cordas típico da Venezuela - entre o violão e o cavaquinho (pensando em dimensões), mas que tem uma forma muito própria de ser tocado. Acho que o duo consegue de maneira muito eficaz revelar a música venezuelana, que é muito rica e diversa, a qual conhecemos pouco no Brasil".
O curador explica que esta edição do Unimúsica busca mapear um pouco da produção sul-americana, "que é imensa, como o próprio continente". Taubkin afirma que a escolha foi apresentar artistas de uma nova geração, ligados à tradição, porém com a expressão do seu tempo. "Creio que o Tuyero é um ótimo exemplo", avalia.
El Tuyero Ilustrado é um duo de joropo, gênero fundamental da música tradicional da Venezuela e da Colômbia. Edward Ramírez e Rafa Pino interpretam canções próprias e releituras, sustentando uma coloração urbana e contemporânea desse ritmo.
Ramírez explica que este tipo de música é cultivado em uma área muito específica da Venezuela, em Miranda, Aragua, Carabobo e em alguns pontos de Caracas. "É pouco conhecida e difundida no resto do país, uma grande pena saber a força que tem e o grande potencial de conexão com o público devido às suas letras. Ser conhecido e amado por todo o público possível é parte da nossa missão, por isso tentamos ilustrar e mostrar todos os seus benefícios."
A música do duo é dançante, mas o público costuma bailar bastante nos shows deles? "Quando há condições do espaço e as pessoas estão abertas à música, momentos muito especiais são gerados, onde as pessoas dançam e desfrutam sem amarras", responde o instrumentista.
Sempre em busca de novas possibilidades em termos de composição e arranjos, Ramírez se firmou como um dos cuatristas mais versáteis e criativos de sua geração. Com mais de 30 álbuns gravados, sua atuação como compositor, produtor e instrumentista tem contribuído para mudar a maneira como os jovens veem a música tradicional de seu país. Já Rafa Pino é considerado uma das vozes mais promissoras da nova geração de cantautores venezuelanos, transitando, em seus diferentes projetos, entre a tradição, a salsa, o rock, o pop, o hip-hop e o reggae. Rafa também produziu música para cinema, teatro e dança.
O compositor, produtor e instrumentista conta sobre o início da formação: "Em 2014, foi realizado no Centro Cultural BOD em Caracas, o lançamento do meu segundo álbum solo, Cuatro, maraca y buche. Para esse show, convidei Rafa para cantar algumas músicas, El Comegente e El Enredo". Segundo o cuatrista, o resultado da reunião foi especial porque o cantor estava trabalhando em tuyero joropo com o pianista Victor Morles: "E eu levei alguns anos tentando trazer a linguagem da harpa tuyera ao quatro. Nós gastamos aproximadamente um ano completo tocando um repertório puramente tradicional desta música Tuyera, tentando digerir o máximo possível seus códigos especiais. Como nós dois compomos, propus que Rafa compusesse uma música com as duas mãos". Poucos dias depois, ele a enviou pelo correio. Então, decidiram ensaiá-la, gravá-la e produzi-la. No ano de 2016, em duas semanas, foi criada a gênese da proposta artística do duo, e em seguida saiu o disco homônimo que foi indicado ao Grammy Latino de 2017 como Melhor Álbum Folclórico.
As letras das canções de El Tuyero Ilustrado têm um significado importante para o público que as escuta. E Ramírez confirma que a mensagem é uma preocupação dos dois compositores: "Em nosso primeiro álbum, foi natural escrever sobre as realidades fortes da época em nosso país, talvez como uma maneira de drenar e escapar um pouco delas. Ao mesmo tempo, o tema do amor é tocado pela ilusão, pela maldade, pela distância e por outras realidades universais".
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia