Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 10 de setembro de 2018.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

Acontece

Edição impressa de 10/09/2018. Alterada em 10/09 às 01h00min

Cineclube Torres debate migrações

Filme italiano Novo mundo tem sessão hoje, no Cineclube Torres

Filme italiano Novo mundo tem sessão hoje, no Cineclube Torres


/AGNÈS GODARD/DIVULGAÇÃO/JC
Neste mês de setembro, o Cineclube Torres dedica-se ao tema das migrações. Com a curadoria da cineclubista e pedagoga Carla Patrícia Horn, o ciclo Migrações oferece um leque de perspectivas variado e amplo sobre a temática, com filmes oriundos de vários países. O título de hoje é uma reconstrução histórica da emigração italiana para a América do Norte.
Drama coproduzido pela Itália com a França, Novo Mundo, de Emanuele Crialese, tem sessão no Auditório José Antônio Picoral, na atual Casa da Terra e antigo Centro Municipal de Cultura de Torres, às 20h, com entrada franca.
A trama se passa na Sicília, no começo do século XX, quando Salvatore Mancuso decide recomeçar a vida no Novo Mundo. Decidido, ele vende tudo o que tem para custear a viagem com os filhos e a velha mãe, para um lugar onde pensa haver trabalho e pão para todos: Nova Iorque, nos Estados Unidos. No entanto, a viagem se revela mais difícil do que previsto, em particular a barreira do controle da imigração nos Estados Unidos, a famosa Ellis Island.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia