Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 20 de agosto de 2018.
Dia do Maçom.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

ACONTECE

Edição impressa de 20/08/2018. Alterada em 20/08 às 01h00min

Rio Grande recebe concerto do projeto Brasil de Tuhu

Quarteto Brasil de Tuhu, Maria Ceiça e o boneco Tuhu levam o projeto a Rio Grande

Quarteto Brasil de Tuhu, Maria Ceiça e o boneco Tuhu levam o projeto a Rio Grande


ADÃO PAIVA/DIVULGAÇÃO/JC
A partir desta segunda-feira (20), a cidade de Rio Grande recebe, novamente, o projeto Brasil de Tuhu - que viaja por todo o País levando concertos didáticos para estudantes de escolas públicas e vivências musicais para professores. Em 2018, o projeto comemora 10 anos e realiza 52 concertos didáticos para 10 mil crianças em 28 escolas públicas. 
As atividades serão realizadas até quinta-feira (23), em quatro escolas da rede municipal de ensino (Sant'ana, Pedro Carlos Peixoto Primo, Coriolano Benício e Professor João de Oliveira Martins). Os oito concertos, com o novo Quarteto Brasil de Tuhu - liderado pela violinista e diretora pedagógica do programa Carla Rincón, e formado também pelos jovens estudantes Chiara Pinnola (violino), Gabriel Vailant (viola) e Matias Roque (violoncelo) -, terão a participação da atriz e cantora Maria Ceiça. 
Com o boneco Tuhu, eles ensinam, de modo divertido, noções dos elementos da música e apresentam os instrumentos. Concebido pelo compositor, arranjador e autor teatral Tim Rescala (responsável pelas trilhas de Hoje é Dia de Maria, Capitu e Sítio do Picapau Amarelo), o roteiro do Concerto Didático foi desenvolvido especialmente para crianças de seis a 12 anos, baseado no antológico Guia Prático (1932), de Heitor Villa-Lobos.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia