Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 02 de julho de 2018.
Dia do Bombeiro Brasileiro.

Jornal do Comércio

Cultura

CORRIGIR

Repórter no Teatro

Alterada em 02/07 às 01h00min

Dilema moral

Cristiano Vieira
Poder e dinheiro estão intrinsecamente ligados desde que o mundo é mundo - e nada mudou. Maquiavel já alertara: Dê poder ao homem e verá sua verdadeira face.
Pois em A visita da velha senhora, clássico texto do suíço Friedrich Dürrenmatt em cartaz no Theatro São Pedro, esses conceitos se juntam ao dilema moral da vingança proposta por uma rica mulher (Denise Fraga, excelente) em busca de justiça.
Os habitantes da falida cidade de Güllen aguardam, ansiosamente, o retorno de uma ilustre ex-moradora do local. Ela é a esperança de dias melhores no vilarejo, cujas fábricas fecharam e os empregos sumiram.
A ricaça chega com seu séquito, desestrutura completamente a rotina do local ao propor dar um bilhão - o que resolveria os problemas de todos - em troca da cabeça de Alfred Krank (Tuca Andrada, versátil e convincente), um namorado do passado.
O elenco inteiro, bem entrosado, colabora para entregar ao público aquilo que parece ser uma comédia mas esconde, nos meandros do texto, uma questão moral antiga: o dinheiro compra tudo?
Enquanto muitos recusam a oferta da mulher, outros veem naquele bilhão a chance de sair da penúria. O clássico 'bem contra o mal' toma a forma humana, e a figura da velha senhora a tudo observa, com sua risada sarcástica, quase condenatória.
A montagem, que integra as comemorações dos 160 anos do Theatro São Pedro, terá mais sessões, de quarta-feira a domingo desta semana.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia