Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 23 de dezembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 23 de dezembro de 2020.
Notícia da edição impressa de 03/12/2020.
Alterada em 23/12 às 19h42min

A vida nos testa sempre

João Satt Visão de Mercado Coluna Arte
Lembro como se fosse hoje: eu sentado no refeitório da Todeschini, perdido em meus pensamentos, quando vejo, à minha frente, o Seu Farina, fundador e criador de um dos maiores grupos moveleiros do País. Com um misto de curiosidade e preocupação, me perguntou o que estava acontecendo. Respondi com outra pergunta: "O senhor não acha que às vezes a vida nos testa?". Ele permaneceu um longo período em silêncio com os olhos cerrados, quando me olhou com firmeza e disparou: "João, eu não acho, tenho certeza. E tem mais: a vida nos testa sempre!". O tempo me mostrou que, sim, a vida nos testa todos os dias, a todo momento.
Lembro como se fosse hoje: eu sentado no refeitório da Todeschini, perdido em meus pensamentos, quando vejo, à minha frente, o Seu Farina, fundador e criador de um dos maiores grupos moveleiros do País. Com um misto de curiosidade e preocupação, me perguntou o que estava acontecendo. Respondi com outra pergunta: "O senhor não acha que às vezes a vida nos testa?". Ele permaneceu um longo período em silêncio com os olhos cerrados, quando me olhou com firmeza e disparou: "João, eu não acho, tenho certeza. E tem mais: a vida nos testa sempre!". O tempo me mostrou que, sim, a vida nos testa todos os dias, a todo momento.
Com o final do ano, mais uma vez estamos frente ao tabuleiro da vida e dos negócios. 2020 foi um ano duro, perdemos pessoas queridas, sendo que boa parte dos profissionais e das empresas saíram bastante prejudicados. 2021 vem repleto de expectativas com pitadas de adrenalina e ansiedade. É natural querer mais, compensar o que não foi feito, conquistar share, ultrapassar limites e principalmente batalhar por resultados melhores. Para acertar o alvo, é preciso respirar antes de sair atropelando com palavras e atitudes. Tomar consciência, enxergar aonde se pode efetivamente chegar e quem escolher para estar ao nosso lado.
O movimento competitivo vencedor tem a leveza de uma bailarina e o impacto de um boxeador. Não espere um ano tranquilo, não será. Na travessia, seremos postos à prova por ondas gigantes. Sentiremos na carne a extensão do novo normal, o quanto ele mexeu com a cabeça, a cultura, os valores e o comportamento das pessoas e, consequentemente, dos negócios.
O Brasil, a partir do novo mapa político, resultado das eleições municipais, não andará na mesma direção de 2018. A evolução da tecnologia oportunizará a consolidação de novos modelos de negócios.
Um dos maiores impactos, mais evidente em 2021, terá origem na desmaterialização das estruturas do varejo. Trocando em miúdos: as lojas físicas como ponto de vendas perderão muito espaço. O consumidor descobriu que está a um clique do produto, e isso alavancará a nova competição. Novos players passarão a disputar o topo do ranking dos setores. Finalmente, os fornecedores terão a oportunidade de colocar à venda toda sua gama de produtos, através da prateleira infinita nas plataformas de e-commerce e marketplace.
Alianças estratégicas ganharão espaço, fazendo com que o formato de merchandising no PDV físico seja reinventado no ambiente digital. O desafio da área de compras extrapolará "apenas comprar bem", o foco será visualizar o que mais a empresa poderá oferecer a sua base de clientes. 
A pergunta não será mais "em que negócio você está?", e sim "até onde o seu negócio conseguirá satisfazer as pessoas?". O desafio não estará centrado apenas na plataforma, mas, em especial, nos serviços, conjugando entrega rápida pelo menor custo. Para finalizar, ficam algumas observações: 1. Sempre podemos escolher como lidar com o inesperado - enquanto um problema, ou como um teste da nossa capacidade de reinventar. 2. Optar por ousar, reaprender, sem medo de errar é algo a ser considerado. Acredito que organizações que buscam renascer têm a seu favor esperança, coragem e proteção, em todos os momentos que são testadas.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Visão de Mercado
Visão de Mercado
Aborda temas essenciais do mundo atual intercalados com posições humanistas a respeito de comunicação, economia, vida, política e sociedade, sempre tendo como foco o mundo globalizado.