Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 18 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 18/03/2020.
Alterada em 17/03 às 21h39min
COMENTAR | CORRIGIR

Rumo à recessão

Por causa do coronavírus e a consequente piora da economia mundial, as chances de o Brasil entrar em recessão são certas, afirmou a economista Monica De Bolle, pesquisadora sênior do Peterson Institute for Internacional Economics, de Washington. Para a especialista, o País pode entrar, além de recessão, em depressão. Já para alguns deputados federais, o pacote de medidas de R$ 147 bilhões, para tentar reduzir o impacto causado pela "pandemia", com investimentos na área de saúde, para socorrer empresas em dificuldades, entre outras medidas anunciadas pelo ministro do Economia, Paulo Guedes, pode reduzir danos do coronavírus na economia.
Por causa do coronavírus e a consequente piora da economia mundial, as chances de o Brasil entrar em recessão são certas, afirmou a economista Monica De Bolle, pesquisadora sênior do Peterson Institute for Internacional Economics, de Washington. Para a especialista, o País pode entrar, além de recessão, em depressão. Já para alguns deputados federais, o pacote de medidas de R$ 147 bilhões, para tentar reduzir o impacto causado pela "pandemia", com investimentos na área de saúde, para socorrer empresas em dificuldades, entre outras medidas anunciadas pelo ministro do Economia, Paulo Guedes, pode reduzir danos do coronavírus na economia.

Créditos para empresas

Em Brasília, por exemplo, o governador Ibaneis Rocha (MDB) determinou que o Banco de Brasília (BRB), libere imediatamente créditos para empresas de todos os portes, afetadas pelos impactos econômicos. O presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, anunciou a liberação de R$ 1 bilhão em créditos para amenizar os impactos do vírus na economia do Distrito Federal.

No caminho certo

Na avaliação do deputado federal gaúcho Nereu Crispim (PSL), "as medidas que o governo está tomando são precauções quanto a isso. A proposta de liberação de R$ 147 bilhões, apresentada pelo ministro Paulo Guedes para atender a pequenas empresas, é um sinalizador de que estamos no caminho certo. A proposta do ministro da Economia prevê, também, a prorrogação de títulos por 90 dias, de pagamento de dívidas e de impostos e o recolhimento do FGTS". Essas medidas, acentua o parlamentar, "estão sendo tomadas exatamente para que seja amenizado esse impacto do coronavírus".

Câmara de plantão

"Acho que vamos passar bem por isso, porque estamos no caminho certo." O próprio Congresso Nacional, o presidente David Alcolumbre (DEM-AP) e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), destaca o parlamentar, "estão deixando a Câmara praticamente de plantão para os deputados votarem as propostas que o governo, que o Executivo envie, exatamente para não trancar pauta nenhuma em relação a essas propostas para amenizar esse impacto na economia".

Saindo do buraco

Para o deputado federal gaúcho Giovani Feltes (MDB), "uma coisa é inegável: o Brasil estava saindo do fundo do poço nos três últimos anos. Mesmo com o PIB de 1,1%, em função dos solavancos e, muitas vezes, até de nossa inépcia ou incompetência para fazer com que o PIB fosse um pouquinho maior e não atrapalhar tanto. Estávamos saindo do fundo do buraco, e nisso acho que o ministro Guedes tem razão; enquanto a economia mundial começava a enfrentar dificuldades, antes mesmo do coronavírus, nós estávamos em ascendência, embora bastante tímida ainda, muito aquém das nossas necessidades e expectativas".
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Edgar Lisboa
Edgar Lisboa
Notícias da capital federal e informações sobre projetos do Congresso Nacional e medidas do Palácio do Planalto, especialmente com interesse do Rio Grande do Sul estão na coluna Repórter Brasília. O jornalista Edgar Lisboa traz um resumo diário do que de mais importante acontece na tramitação do Legislativo e na movimentação da bancada federal gaúcha.