Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 15 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 15/01/2020.
Alterada em 14/01 às 21h25min
COMENTAR | CORRIGIR

Capital Nacional da Agricultura Familiar

POL - deputado Afonso Hamm PP RS foto Michel Jesus Câmara dos Deputados

POL - deputado Afonso Hamm PP RS foto Michel Jesus Câmara dos Deputados


/MICHEL JESUS/CÂMARA DOS DEPUTADOS/JC
O projeto de lei que reconhece Canguçu como "Capital Nacional da Agricultura Familiar", do deputado federal gaúcho Afonso Hamm (PP), está pronto para ser votado no Senado, após o relator na Comissão de Educação, senador gaúcho Lasier Martins (Podemos), ter apresentado parecer favorável. Em 2016, quando apresentou o projeto, Hamm destacou: "Considerado o município com o maior número de minifúndios do Brasil, possui cerca de 14 mil propriedades rurais, sendo que a maioria delas, algo em torno de 9 mil, tem de 5 hectares a 25 hectares". Após ser aprovada em plenário, a proposta seguirá para sanção presidencial.
O projeto de lei que reconhece Canguçu como "Capital Nacional da Agricultura Familiar", do deputado federal gaúcho Afonso Hamm (PP), está pronto para ser votado no Senado, após o relator na Comissão de Educação, senador gaúcho Lasier Martins (Podemos), ter apresentado parecer favorável. Em 2016, quando apresentou o projeto, Hamm destacou: "Considerado o município com o maior número de minifúndios do Brasil, possui cerca de 14 mil propriedades rurais, sendo que a maioria delas, algo em torno de 9 mil, tem de 5 hectares a 25 hectares". Após ser aprovada em plenário, a proposta seguirá para sanção presidencial.
Mais energia
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) divulgou que o Rio Grande do Sul foi o 5º estado brasileiro que mais cresceu sua capacidade instalada de energia em 2019. O estado acrescentou mais 353 megawatts em sua rede elétrica ficando atrás apenas do Pará (3,6 mil MW), Mato Grosso do Sul (817 MW), Bahia (57 5MW) e Paraná (407 MW).
Startups gaúchas em Brasília
O Conecta Startup Brasil, programa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) recebeu, esta semana, as 100 startups selecionadas em novembro de 2019. O Rio Grande do Sul tinha 111 empresas inscritas e seis foram selecionadas: Eagle Care (agendamento de consultas médicas), Sbidder (Central de Orçamentos), Vantum (Plataforma de processamento de images de drones), MAJ Robotics (Automação da colheita de frutas), Pix Force (inteligência artificial e machine learning) e Urbanplan (Escolha de locais para empreendimentos imobiliários). As startups que chegarem até a fase final receberão até R$ 100 mil em bolsas para o desenvolvimento de suas soluções.
Homenagem póstuma
Os 18 militares mortos no terremoto de 2010 no Haiti foram homenageados pelo Ministério da Defesa com um memorial por ocasião dos 10 anos do desastre. Entre eles, dois gaúchos: o capitão Bruno Ribeiro Mário, de São Gabriel, e o terceiro-sargento Douglas Pedrotti Neckel, de Cruz Alta. Ambos integravam a Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti, criada em 2004 e encerrada em 2017, que teve sucesso na pacificação de diversas áreas, principalmente, nos bairros mais violentos da capital Porto Príncipe, como Bel Air, Cité Militaire e Cité Soleil. O terremoto deixou 230 mil mortos e mais de 1,5 milhão de desabrigados.
Um país pacifista
Historicamente, a política externa brasileira é pautada pelo pacifismo, como explica o especialista em Relações Internacionais, César Carvalho: "Sempre nos pautamos por conceitos como não confrontacionismo, zelo pela soberania e universalismo, que para alguns teóricos pode ser considerado seletivo, já que o País atua em múltiplas esferas, mas define prioridades".
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Edgar Lisboa
Edgar Lisboa
Notícias da capital federal e informações sobre projetos do Congresso Nacional e medidas do Palácio do Planalto, especialmente com interesse do Rio Grande do Sul estão na coluna Repórter Brasília. O jornalista Edgar Lisboa traz um resumo diário do que de mais importante acontece na tramitação do Legislativo e na movimentação da bancada federal gaúcha.