Porto Alegre, quarta-feira, 11 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 11 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Meio Ambiente

- Publicada em 15h13min, 05/11/2020. Atualizada em 09h29min, 11/11/2020.

Presidente da Agapan defende importância de políticas ambientais no município

Áreas banhadas, árvores e plantio de orgânicos forma "cinturão verde" em centros urbanos

Áreas banhadas, árvores e plantio de orgânicos forma "cinturão verde" em centros urbanos


Jefferson Bernardes/PMPA/JC
Embora costume ser negligenciada do debate político de âmbito local, a pauta ambiental é “a mais importante para a cidade”, defende Francisco Milanez, presidente da Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan). Para quem achar que é exagero, ele emenda que o meio ambiente “permeia as questões que são tradicionalmente as mais importantes para o cidadão: saúde, segurança e educação”.
Embora costume ser negligenciada do debate político de âmbito local, a pauta ambiental é “a mais importante para a cidade”, defende Francisco Milanez, presidente da Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan). Para quem achar que é exagero, ele emenda que o meio ambiente “permeia as questões que são tradicionalmente as mais importantes para o cidadão: saúde, segurança e educação”.
Tomando a segurança como exemplo, aponta que, no modelo em que o estado somente ataca a violência, a tendência é gerar mais violência. O caminho para aumentar a segurança, continua ele, passa pela riqueza. Isso porque “lugares que estão crescendo atraem empresários a abrir seus negócios” e gerar empregos. “Mas dar emprego não basta, tem que ter qualidade cultural e ambiental. Não adianta bom salário sem qualidade de vida”, alerta.
Esse ponto dialoga com a temática da saúde, que costuma ser pensada a partir do atendimento à pessoa doente. “Mas a saúde é para não adoecer”, sustenta Milanez. Cuidar do meio ambiente é portanto uma forma de prevenção a problemas de saúde comuns em cidades, como doenças infecciosas ou degenerativas ligadas a fatores externos, como ar impuro ou alimentação baseada em produtos contaminados.
Unindo a ideia da geração de empregos em lugar com qualidade de vida, Milanez provoca que “ninguém quer abrir empresa em zona mineradora”, em referência ao projeto Mina Guaíba, a poucos quilômetros do Centro de Porto Alegre.
E sugere a criação de um cinturão verde em Porto Alegre, conceito adotado internacionalmente e que pode ser formado por vegetação nativa, preservação das áreas de banhados e produção agroecológica. Esse é uma das propostas que integra um documento do Instituto Gaúcho de Estudos Ambientais (Ingá) pedindo visibilidade à temática nas eleições municipais, com alerta para a situação da Capital. A política de arborização urbana e o serviço de podas e remoções de árvores, assunto da coluna Pensar a cidade desta semana, constam no documento do Ingá.

Agapan lança selo e campanha pelos 50 anos

Em comemoração aos 50 anos que irá completar em abril de 2021, a Agapan lançou o selo que estampará as peças de comunicação e produtos da entidade, desenvolvido com apoio da agência Veraz Comunicação. Em dezembro entra no ar o novo site da entidade. Mantida por trabalho voluntário, a Agapan está com uma campanha colaborativa para arrecadar recursos para produção de materiais comemorativos aos 50 anos. Para ajudar, basta acessar https://vaka.me/1399652.
Comentários CORRIGIR TEXTO