Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 06 de abril de 2021.
Porto Alegre,
terça-feira, 06 de abril de 2021.
Notícia da edição impressa de 06/04/2021.
Alterada em 06/04 às 03h00min

Deus entre grades

A foto do colunista Fernando Albrecht na famosa página 3 (coluna Começo de Conversa, Jornal do Comércio, 15/03/2021) dá título a esta crônica. Por isso vou além. Fotojornalismo é um gênero de jornalismo em que a informação é codificada no que chamo de linguagem fotográfica, que até dispensa legenda ou linguagem verbal. Se em psicanálise o paciente fala e o psicanalista escuta, em fotografia jornalística, os fatos falam e o repórter-fotográfico registra em sua mágica lente. Trata-se do jornalista certo, no lugar e hora certos. É preciso talento para perceber, intuir e conectar a própria alma com a da cidade que ama há décadas. Imagino quantos jornalistas e fotógrafos passaram pela rua Vigário José Inácio (antiga rua do Rosário) e não se deram conta do flagrado pela lente mágica do Fernando. É preciso talento para perceber, intuir e conectar a própria alma com a da cidade que ama há décadas. (Antônio Carlos Côrtes, advogado)
A foto do colunista Fernando Albrecht na famosa página 3 (coluna Começo de Conversa, Jornal do Comércio, 15/03/2021) dá título a esta crônica. Por isso vou além. Fotojornalismo é um gênero de jornalismo em que a informação é codificada no que chamo de linguagem fotográfica, que até dispensa legenda ou linguagem verbal. Se em psicanálise o paciente fala e o psicanalista escuta, em fotografia jornalística, os fatos falam e o repórter-fotográfico registra em sua mágica lente. Trata-se do jornalista certo, no lugar e hora certos. É preciso talento para perceber, intuir e conectar a própria alma com a da cidade que ama há décadas. Imagino quantos jornalistas e fotógrafos passaram pela rua Vigário José Inácio (antiga rua do Rosário) e não se deram conta do flagrado pela lente mágica do Fernando. É preciso talento para perceber, intuir e conectar a própria alma com a da cidade que ama há décadas. (Antônio Carlos Côrtes, advogado)
Helio Beltrão
Considero muito bons os comentários de Helio Beltrão do Jornal do Comércio. Aprecio a coluna Opinião Econômica, onde ele externa comentários importantes. (Samir Curi Hallal, Pelotas/RS)
Estímulos ao Centro
"Prefeitura quer incentivo à construção civil em troca de qualificação do Centro Histórico" (Jornal do Comércio, página 17, edição de 05/04/2021). Puxa, adorei e dou força à prefeitura para que a ideia saia realmente do papel! Aplausos para Porto Alegre, a capital do Rio Grande do Sul! (Etel Lourdes Roehrig)
Estímulos ao Centro II
A proposta de volta dos bondes no Centro de Porto Alegre é muito show. (Felipe Zimmermann)
Reforma ministerial
A Constituição prevê em seu artigo 84, inciso I, que "compete privativamente ao presidente da República nomear e exonerar os ministros de Estado". Nos últimos dias, o chefe da nação utilizou-se dessa prerrogativa que lhe é concedida pela Carta Magna, na dupla tentativa de estreitar os laços com o Parlamento e obter apoio mais explícito das Forças Armadas. Exemplos disso foram as trocas de seus auxiliares diretos na alta administração federal, a citar os setores da Saúde, Relações Exteriores, Secretaria de Governo, Defesa e Advocacia-Geral da União. Entretanto, a alteração mais notória da equipe foi na Casa Civil, que é, historicamente, o principal ministério da Esplanada. Ao nomear pela segunda vez um general para chefiar a Casa Civil - Luiz Eduardo Ramos assume o posto ocupado por Walter Braga Neto entre fevereiro/2020 e março/2021 -, Jair Bolsonaro reforça a militarização do governo federal. (Thieser Farias, bacharel em Direito, Santa Maria/RS)
Comentários CORRIGIR TEXTO
Roberto Brenol Andrade
Roberto Brenol Andrade
A opinião dos leitores do Jornal do Comércio é publicada diariamente no espaço Palavra do Leitor.