Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021.
Dia do Esportista.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021.
Notícia da edição impressa de 19/02/2021.
Alterada em 19/02 às 03h00min

Coleta Seletiva I

Convidamos o senhor Alexandre Oscar Fliegner que publicou na coluna Palavra do Leitor, edição de 15 e 16/02/2021 do Jornal do Comércio, sobre "a reciclagem de lixo em todo o Litoral é nota zero", para fazer uma visita à unidade de Recicladores de Capão da Canoa que opera desde 2001 com aproximadamente 100 coletores e com 7 caminhões de coleta seletiva durante o verão e 5 no inverno. Em janeiro foram coletadas 378,97 toneladas em Capão e 216,96 em Xangri-lá, sustentando e dando dignidade aos coletores com a devida cobertura da Previdência Social e o destino aos materiais coletados e "não lixo". Não sei em Tramandaí, como o citado senhor disse, mas Capão eu entendo ter um bom serviço de Coleta Seletiva, e Xangri-lá começou há três anos. A coleta é feita pela Associação dos Agentes Econômicos Ecológicos de Capão da Canoa, e tem inclusive escolinha para os filhos das associadas. O trabalho de educação ambiental é feito em escolas, empresas, entidades, condomínios e ações públicas. Não podemos esquecer de que, em épocas de feriado, há muito material e fica difícil não acumular. A unidade está bem equipada e funciona na Estrada da Laguna, lado Serra da Estrada do Mar, entre Capão da Canoa e Capão Novo. (Luis Augusto Maciel Fernandes, contador, Capão da Canoa/RS)
Convidamos o senhor Alexandre Oscar Fliegner que publicou na coluna Palavra do Leitor, edição de 15 e 16/02/2021 do Jornal do Comércio, sobre "a reciclagem de lixo em todo o Litoral é nota zero", para fazer uma visita à unidade de Recicladores de Capão da Canoa que opera desde 2001 com aproximadamente 100 coletores e com 7 caminhões de coleta seletiva durante o verão e 5 no inverno. Em janeiro foram coletadas 378,97 toneladas em Capão e 216,96 em Xangri-lá, sustentando e dando dignidade aos coletores com a devida cobertura da Previdência Social e o destino aos materiais coletados e "não lixo". Não sei em Tramandaí, como o citado senhor disse, mas Capão eu entendo ter um bom serviço de Coleta Seletiva, e Xangri-lá começou há três anos. A coleta é feita pela Associação dos Agentes Econômicos Ecológicos de Capão da Canoa, e tem inclusive escolinha para os filhos das associadas. O trabalho de educação ambiental é feito em escolas, empresas, entidades, condomínios e ações públicas. Não podemos esquecer de que, em épocas de feriado, há muito material e fica difícil não acumular. A unidade está bem equipada e funciona na Estrada da Laguna, lado Serra da Estrada do Mar, entre Capão da Canoa e Capão Novo. (Luis Augusto Maciel Fernandes, contador, Capão da Canoa/RS)
Coleta Seletiva II
Como contraponto à situação informada na coluna Palavra do Leitor, edição do Jornal do Comércio de 16/02/2021, do senhor Alexandre Oscar Fliegner, gostaria de parabenizar o município de Imbé, pois a coleta de lixo neste município está funcionando a pleno vapor. Como veranista desta praia, estou bem satisfeito não somente com a coleta de lixo seco, como a do orgânico, sem esquecer na capina da avenida onde moro. Estes serviços estão sendo feitos regularmente e a contento. Parabéns à Secretaria Municipal responsável e que sirvam essas façanhas de modelo às outras praias. (Luis Antonio L. Dornelles)
Vacinas
Ainda bem que o Ministério da Saúde encomendou milhões de doses de vacinas contra a Covid-19. Havia e ainda temos muitas críticas à atuação do ministro Eduardo Pazuello pelo fato de que a vacinação parou em quase todo o Brasil pela falta das vacinas. Não é concebível que isso aconteça, quando temos milhares morrendo diariamente e outros milhares sendo infectados. Vamos todos nos vacinar, mas, para isso e mais do que certo, o governo federal tem que providenciar as vacinas. (Rubens Moreira)
Vacinas II
Não se entende a falta de coordenação do governo federal para que todos os brasileiros tenham acesso à vacinação contra a Covid-19. A moléstia está matando em todo o mundo e o Brasil desponta como sendo o país que registra maior número de mortes na América Latina. O presidente Jair Bolsonaro cometeu um erro grosseiro ao não assumir a frente da campanha de vacinação. Está dando, a cada dia, mais motivos para ser criticado, e com razão. (Romualdo Freitas de Castro)
Comentários CORRIGIR TEXTO
Roberto Brenol Andrade
Roberto Brenol Andrade
A opinião dos leitores do Jornal do Comércio é publicada diariamente no espaço Palavra do Leitor.