Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 06 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 06 de novembro de 2020.
Notícia da edição impressa de 06/11/2020.
Alterada em 06/11 às 03h00min

Poda de árvores

Em relação à matéria "Podas e supressão de árvores geram protestos de moradores de Porto Alegre" (Jornal do Comércio, edição de 05/11/2020), tenho visto vários troncos sadios de árvores cortadas aqui no bairro Rio Branco. Bastava retirar os galhos afetados ou que atrapalhavam. Os cortes são muito radicais! (Marlene Teresinha Haas Aver, Porto Alegre)
Em relação à matéria "Podas e supressão de árvores geram protestos de moradores de Porto Alegre" (Jornal do Comércio, edição de 05/11/2020), tenho visto vários troncos sadios de árvores cortadas aqui no bairro Rio Branco. Bastava retirar os galhos afetados ou que atrapalhavam. Os cortes são muito radicais! (Marlene Teresinha Haas Aver, Porto Alegre)
Poda de árvores II
Cheio de árvore podre e parasitada na cidade, a cada temporal é um caos de galhos e troncos caídos nas ruas, carros amassados, no bairro Higienópolis. É a pior situação, a maioria das árvores está podre ou com parasitas, e a prefeitura de Porto Alegre só aparece depois da chuva para recolher os galhos e depois que os moradores suplicam. (Carlos Alberto Pugliese, Porto Alegre)
Poda de árvores III
Em 2006, foi promulgado decreto que exigia informação prévia para podar e cortar árvores. Foi revogado anos depois. (Beto Moesch, ex-vereador e ex-secretário municipal do Meio Ambiente de Porto Alegre)
Parque da Harmonia
Apareceu uma organização privada interessada na concessão para manutenção e exploração de parque em Porto Alegre. Espero que seja uma boa solução e outros sejam concedidos. As paradas de ônibus também serão licitadas para concessões. Como estão, não dá para ficar, não protegem quase nada. (Maria Helena Machado, Porto Alegre)
Justiça
Com a divulgação de vídeo mostrando o massacre emocional e moral que Mariana Ferrer sofreu em uma audiência em tribunal de Santa Catarina, houve uma grita geral no Brasil contra uma humilhação terrível. Alguns causídicos disseram que é normal a defesa do acusado tentar desqualificar a vítima, no caso de estrupo de mulher, para minimizar o ato do agressor. Mas, ainda que com provas contundentes, o promotor e o juiz disseram que era melhor absolver o acusado, um rico empresário. É revoltante, as mulheres saem quase sempre perdendo nas questões envolvendo abusos sexuais. (Nilda de Rocha Paiva, Porto Alegre)
Relações comerciais
De que adiantou o relacionamento social e particular promovido com intensidade pelo nosso presidente Jair Bolsonaro com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump? Neste ano, até setembro, o déficit comercial do Brasil com os Estados Unidos foi de US$ 3,2 bilhões (Jornal do Comércio, página 5, edição de 04/11/2020). O presidente americano pensa é nos interesses do seu país, não dando a mínima bola para o Brasil, nesta questão. Basta de servilismo de Jair Bolsonaro. (Paulo Ricardo B. Barros, Canoas/RS)
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
Roberto Brenol Andrade
Roberto Brenol Andrade
A opinião dos leitores do Jornal do Comércio é publicada diariamente no espaço Palavra do Leitor.