Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 16 de outubro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 16 de outubro de 2020.
Notícia da edição impressa de 16/10/2020.
Alterada em 16/10 às 03h00min

Praias

É verdade que a migração na pandemia por causa do coronavírus rendeu mais e bons negócios no Litoral Norte (Jornal do Comércio, caderno GeraçãoE, edição de 15/10/2020). Notou-se, como é o meu caso, em Tramandaí e de parentes que tenho em Capão da Canoa, muita gente, quase todos veranistas, ocupando suas casas durante os meses mais fortes da pandemia da Covid-19. Desde pequenos mercadinhos, lancherias, padarias e chegando nos supermercados havia muita gente sempre, com o aumento da frequência nos finais de semana. Com a chegada do verão, a tendência será de mais gente no Litoral Norte e também nas praias do Sul do Rio Grande do Sul. (César de Figueiredo, Tramandaí/RS)
É verdade que a migração na pandemia por causa do coronavírus rendeu mais e bons negócios no Litoral Norte (Jornal do Comércio, caderno GeraçãoE, edição de 15/10/2020). Notou-se, como é o meu caso, em Tramandaí e de parentes que tenho em Capão da Canoa, muita gente, quase todos veranistas, ocupando suas casas durante os meses mais fortes da pandemia da Covid-19. Desde pequenos mercadinhos, lancherias, padarias e chegando nos supermercados havia muita gente sempre, com o aumento da frequência nos finais de semana. Com a chegada do verão, a tendência será de mais gente no Litoral Norte e também nas praias do Sul do Rio Grande do Sul. (César de Figueiredo, Tramandaí/RS)
Candidatos
A série de entrevistas com candidatos a prefeito (a) de Porto Alegre é muito boa e elucidativa. Penso, entretanto, que alguns estão exagerando nas promessas e soluções mirabolantes. A Capital não está muito bem das finanças há anos e tem que haver parcimônia. Sair prometendo menos IPTU e auxílios emergenciais locais é uma temeridade. (Nathalia Rochembach, Porto Alegre)
Trânsito
Pela quantidade de veículos que vejo transitando em Porto Alegre todos os dias e, mais, nos finais da tarde, penso que a quarentena acabou. Ainda bem, mas os cuidados devem continuar, para o bem geral da cidade e dos seus habitantes. (Tarso M. Quadros)
Presídios
Com tanta lotação nos atuais presídios do Rio Grande do Sul, começando pelo de Porto Alegre, penso que está na hora de o governo estadual começar a construir mais presídios regionais. Assim, não só desafogaria o da Capital como facilitaria as condições de acesso a familiares do Interior aos que estão cumprindo penas. (Wandeley Otckis, Glorinha/RS)
Renovação da CNH
Com aplausos gerais foi sancionada a lei que altera para 10 anos o prazo de validade da CNH para motoristas de até 50 anos, mantendo o de 5 anos para os de 50/70 anos e 3 anos para os septuagenários. Penso ser equivocada a opinião dos que julgam ser esta alteração um aperfeiçoamento de nosso código de trânsito, pois em tese beneficia os motoristas que mais se envolvem em acidentes. A propósito, neste ano completaram-se 52 anos desde que obtive minha primeira CNH, período em que jamais me envolvi em qualquer acidente de trânsito. Assim como eu, é a esmagadora maioria dos motoristas habilitados. Então, qual a justificativa para a renovação caça níquel compulsória da CNH a cada 3, 5 ou 10 anos? Se para obter a primeira carteira, fomos julgados aptos e habilitados, continuamos aptos e habilitados até prova em contrário, e não será um superficial e periódico exame médico da visão nem a elevação para 40 pontos por infrações que humanizará nosso trânsito, e sim a aplicação mais rigorosa das punições aos infratores de qualquer idade. (Lauro de Wallau, Cerro Largo/RS)
Comentários CORRIGIR TEXTO
Roberto Brenol Andrade
Roberto Brenol Andrade
A opinião dos leitores do Jornal do Comércio é publicada diariamente no espaço Palavra do Leitor.