Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 18 de agosto de 2020.
Dia do Estagiário.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 18 de agosto de 2020.
Notícia da edição impressa de 18/08/2020.
Alterada em 17/08 às 21h14min

Pedro Ortaça e Missões

A Reportagem Cultural de Larissa Burchard ("Missões, terra e guitarra", caderno Vive, Jornal do Comércio, 14/08/2020) é merecedora dos mais elevados elogios. Trata de um dos aspectos histórico-culturais mais relevantes do Rio Grande do Sul. Ao resgatar temas relacionados aos Quatro Troncos, representados por Noel Guarany, Jayme Caetano Braun, Cenair Maicá e Pedro Ortaça, não somente revela às novas gerações poesia e música de qualidade, como faz com que voltemos para uma das experiências mais ricas da história da humanidade, que se constituem nas Reduções Jesuíticas. Reportagens como esta têm potencial inestimável pelo que venham a despertar em todos os leitores do JC, no que se refere ao conhecimento de tema tão relevante. O mundo acadêmico ainda estuda, e cada vez com mais profundidade, aspectos relacionados às Missões Jesuíticas. (Paulo Roberto Chedid, estudante, Porto Alegre)
A Reportagem Cultural de Larissa Burchard ("Missões, terra e guitarra", caderno Vive, Jornal do Comércio, 14/08/2020) é merecedora dos mais elevados elogios. Trata de um dos aspectos histórico-culturais mais relevantes do Rio Grande do Sul. Ao resgatar temas relacionados aos Quatro Troncos, representados por Noel Guarany, Jayme Caetano Braun, Cenair Maicá e Pedro Ortaça, não somente revela às novas gerações poesia e música de qualidade, como faz com que voltemos para uma das experiências mais ricas da história da humanidade, que se constituem nas Reduções Jesuíticas. Reportagens como esta têm potencial inestimável pelo que venham a despertar em todos os leitores do JC, no que se refere ao conhecimento de tema tão relevante. O mundo acadêmico ainda estuda, e cada vez com mais profundidade, aspectos relacionados às Missões Jesuíticas. (Paulo Roberto Chedid, estudante, Porto Alegre)
 
Pedro Ortaça II
Excelente a Reportagem Cultural sobre Pedro Ortaça. Parabéns à jornalista Larissa Burchard e ao Jornal do Comércio pela iniciativa de trazer matérias especiais, valorizando a cultura local da região missioneira. (Hedilaura San)
Placas de ruas
Circulando pelo bairro Rio Branco, deparei com as novas placas de Giordano Bruno e Francisco Ferrer, omitindo os dados biográficos desses dois personagens. Basta ir ao Guia Histórico, de Costa Franco, para ver que Giordano Bruno foi um filósofo italiano morto pela Inquisição por "doutrinas heréticas", e Francisco Ferrer foi um líder anarquista fuzilado em 1909 pelo regime espanhol. Nas placas diz-se, apenas, que essas ruas são denominadas "pelo uso comum". Trata-se de um desrespeito, senão discriminação ideológica, para com vultos tão expressivos da História. Impõe-se que tanto a Prefeitura como a empresa responsável corrijam esse absurdo. (Caio Lustosa, advogado, Porto Alegre)
Aulas
Causa-me espanto ter ouvido nos noticiários que tem gente querendo simplesmente passar as crianças de ano, em função da pandemia da Covid-19. Passar de ano sem ter estudado significa pular um ano de um aprendizado fundamental para o desenvolvimento mental dos alunos. É através de exercícios constantes e leituras na tenra idade juvenil que o cérebro aprende a pensar e se desenvolver. É fundamental para uma criança que conclua todos estes ciclos, sob pena de se tornar inútil para o bom desenvolvimento do próprio País, que corre a passos largos para uma preguiça mental, um viver virtual, cheio de espertos vazios. Tirar um ano do aprendizado de um aluno, é covardia, é concordar com Congresso e Presidência da República, que há muito vêm menosprezando a educação do povo brasileiro, num claro interesse de quanto mais ignorante melhor. (Osvaldo Padilha, advogado)
Comentários CORRIGIR TEXTO
Roberto Brenol Andrade
Roberto Brenol Andrade
A opinião dos leitores do Jornal do Comércio é publicada diariamente no espaço Palavra do Leitor.