Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 04 de agosto de 2020.
Dia dos Padres.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 04 de agosto de 2020.
Notícia da edição impressa de 04/08/2020.
Alterada em 04/08 às 03h00min

Antonio Britto

Boa a entrevista do ex-governador Antonio Britto (Entrevista especial, Jornal do Comércio, 03/08/2020). Ele lembrou bem da necessidade de o Rio Grande do Sul dar incentivos em tecnologia e sustentabilidade. É por aí o caminho do progresso. Eu diria mais, aplicar bastante para terminar ou ampliar os nossos modais rodoviários e também ferroviários, além dos hidroviários, bem esquecidos nas últimas décadas aqui no Estado. Quanto a ele não conhecer o atual governador pessoalmente, também pudera: quando Britto foi governador (1995-98), Eduardo Leite estava na faixa dos 10 a 14 anos, eis que, atualmente, tem 35 anos, o mais jovem governador da nossa história gaúcha. (Rafaela Solimões de Prattes, Porto Alegre)
Boa a entrevista do ex-governador Antonio Britto (Entrevista especial, Jornal do Comércio, 03/08/2020). Ele lembrou bem da necessidade de o Rio Grande do Sul dar incentivos em tecnologia e sustentabilidade. É por aí o caminho do progresso. Eu diria mais, aplicar bastante para terminar ou ampliar os nossos modais rodoviários e também ferroviários, além dos hidroviários, bem esquecidos nas últimas décadas aqui no Estado. Quanto a ele não conhecer o atual governador pessoalmente, também pudera: quando Britto foi governador (1995-98), Eduardo Leite estava na faixa dos 10 a 14 anos, eis que, atualmente, tem 35 anos, o mais jovem governador da nossa história gaúcha. (Rafaela Solimões de Prattes, Porto Alegre)
Praças
As pessoas continuam frequentando praças e parques de Porto Alegre, principalmente em sábados e domingos ensolarados, como este último final de semana. Vi muita gente na Redenção, correndo em torno do Estádio Ramiro Souto, batendo bola nas canchas ao lado ou simplesmente caminhando. Ficar sempre em casa é uma demasia, após mais de quatro meses de isolamento social. Meus pais, de vez em quando, usando máscaras e evitando aglomerações, dão uma passeada na Praça da Encol. No domingo, a praça estava com público menor do que no domingo anterior, segundo eles. Mas, ficar sempre em casa dá nos nervos. (Maria José de Freitas, Porto Alegre)
Produtos falsos
Enquanto o comércio de Porto Alegre está fechado, são vistos ambulantes (?) equipados com produtos falsificados nas ruas da cidade. A prefeitura fez campanha e aprendeu milhares de itens. Mas o comércio dos avulsos está também nos bairros, não mais apenas no Centro. Entendo a necessidade de eles trabalharem e ganharem o sustento, muitos são imigrantes africanos que buscaram refúgio no Brasil. Mas os produtos que eles vendem são falsos e de péssima qualidade. Conhecido meu comprou meias ditas de inverno em avenida de bairro da Capital em junho. Em poucas lavagens após, esgarçaram, ficaram frouxas, não ficam mais direito nos pés dele. E daí? Reclamar para quem? (Nelson Rubens de Aguillar, Porto Alegre)
Corruptos
Causa indignação em grande parcela da sociedade ver o ex-ministro e ex-deputado Geddel Vieira Lima (MDB) liberado para cumprir em casa a pena que lhe foi imposta pelo Judiciário, em decorrência da pandemia. Porém, não podemos nos admirar após serem soltos José Dirceu (PT) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), condenados por envolvimento em corrupção. (Roberto Fissmer)
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
Roberto Brenol Andrade
Roberto Brenol Andrade
A opinião dos leitores do Jornal do Comércio é publicada diariamente no espaço Palavra do Leitor.