Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 29 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 29 de julho de 2020.
Notícia da edição impressa de 29/07/2020.
Alterada em 29/07 às 03h00min

A obrade Bach

Excelente texto sobre os 270 anos da morte de Johann Sebastian Bach ("Música para os séculos", Jornal do Comércio, 28/07/2020). Sou admirador da obra e estava ciente da data. Bach é o maior nome da história da música, apesar de eu preferir Beethoven, mas ele era um gênio incompreendido, chamado de o pai da música. É difícil cravar se fez mil obras, tendo em vista que toda a família dele era de músicos e todos assinavam as partituras com o sobrenome Bach. (Lucas Barbosa)
Excelente texto sobre os 270 anos da morte de Johann Sebastian Bach ("Música para os séculos", Jornal do Comércio, 28/07/2020). Sou admirador da obra e estava ciente da data. Bach é o maior nome da história da música, apesar de eu preferir Beethoven, mas ele era um gênio incompreendido, chamado de o pai da música. É difícil cravar se fez mil obras, tendo em vista que toda a família dele era de músicos e todos assinavam as partituras com o sobrenome Bach. (Lucas Barbosa)
Porto de Torres
Creio oportuno e importante manifestar pleno apoio ao proposto no artigo de autoria do engenheiro Fernando Carrion, intitulado Um novo porto de mar no Estado (Jornal do Comércio, 23/07/2020). É causa merecedora do maior empenho de todas as forças políticas e econômicas do Estado, e que espero se unam por tão justa e oportuna causa, que em muito interessa tanto ao setor econômico como ao social de nosso Estado. E num momento em que mais do nunca precisamos dinamizar a economia de nosso Rio Grande, Extremo-Sul do nosso Brasil. (Victor Faccioni, ex-deputado federal)
Praças
Estão criticando porto-alegrenses por irem às praças. Também fui, no sábado, caminhar, usando máscara, não participei de ajuntamentos e vi outros frequentadores usando máscaras. As pessoas têm que buscar um pouco de sol, caminhar, pois estão há três meses ou mais nas suas moradias. Isso depõe contra a saúde física e mental, especialmente das idosas, como eu. (Jusssimara Really Monteiro)
Repetição
É anormal ver noticiários repetindo a mesma coisa por semanas, geralmente para atacar políticos com cargos públicos relevantes. Não temos outras notícias, só casos de corrupção... Enquanto isso, nada conseguiu parar o coronavírus no Brasil, salvo naqueles estados onde a doença chegou, matou um monte de gente e acabou saindo de cena, caso do Amazonas. Não sabemos quando essa terrível pandemia vai passar, mas os estragos dela continuarão por anos, pelas mortes e o que sabemos de lojas fechadas. (Walther R. de Noronha)
Comentários CORRIGIR TEXTO
Roberto Brenol Andrade
Roberto Brenol Andrade
A opinião dos leitores do Jornal do Comércio é publicada diariamente no espaço Palavra do Leitor.