Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 20 de julho de 2020.
Dia do Amigo.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 20 de julho de 2020.
Notícia da edição impressa de 29/04/2020.
Alterada em 29/04 às 03h00min

Comércio fechado

Todos sabem da recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre o isolamento social como a arma básica para afastar o coronavírus. Após 40 dias em casa, penso que está na hora de abrir o comércio, pois os efeitos sobre a saúde devem ter sido minimizados com o afastamento social. Em Porto Alegre, até o dia 24 de abril, o comércio estava fechado. Mas, muitos pediam e continuam pedindo que haja abertura para reativar a economia, com todas as precauções possíveis (Jornal do Comércio, edição de 24/04/2020, página 8). O Dia das Mães está aí e preciso trabalhar e faturar para honrar meus compromissos, pequeno comerciante que sou. (Patrícia Solevar Ghunter, Porto Alegre)
Todos sabem da recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre o isolamento social como a arma básica para afastar o coronavírus. Após 40 dias em casa, penso que está na hora de abrir o comércio, pois os efeitos sobre a saúde devem ter sido minimizados com o afastamento social. Em Porto Alegre, até o dia 24 de abril, o comércio estava fechado. Mas, muitos pediam e continuam pedindo que haja abertura para reativar a economia, com todas as precauções possíveis (Jornal do Comércio, edição de 24/04/2020, página 8). O Dia das Mães está aí e preciso trabalhar e faturar para honrar meus compromissos, pequeno comerciante que sou. (Patrícia Solevar Ghunter, Porto Alegre)

Quarentena

Quem já não sentiu falta de um lugar para sentar? A sua própria cadeira, banco, poltrona, para descansar? A sua janela para olhar, sentir o vento entrar, ou fechá-la para se proteger? Quem já não sentiu a falta do aconchego, do sossego, ou agitação, movimento, bulício, ou aromas e sensações dos ares do lugar onde mora? Quem nunca sentiu? Eu já senti, você sentiu, todos nós sentimos a falta dessas coisas todas que nos dizem respeito e até nos completam? Sim, o lugar que moramos, escolhido ou não, é parte da nossa vida! Nós também somos um pouco do que ele é. Sem tirar nem pôr. Tenho dito e repito que a minha casa é o meu templo! Como o meu corpo que toma conta de mim. A minha casa, meu canto, toma conta das coisas que tenho, toma conta das coisas que preciso para viver. Por isso, e por tantas coisas mais, a minha casa, a sua casa, é o melhor lugar do mundo! Confie nas autoridades sanitárias. Fique no melhor lugar do mundo. Fique em casa! (Nadir Silveira Dias)

Quarentena II

Foi preciso uma pandemia assolar Porto Alegre para que a gente se desse conta do que é uma cidade sem movimentação, com a população dentro de casa. É uma tristeza só, mesmo com a facilidade da moderna tecnologia. É, para mim, uma cidade sem alma, pois não temos quase contatos, não temos visitas, não temos circulação de pessoas na quantidade que é, ou era, normal. (Victor Hentske, Porto Alegre)

Roubos e furtos

Com ruas e avenidas de Porto Alegre vazias, os furtos e roubos aumentaram. Soube que mesmo com um posto da Guarda Municipal em frente ao Colégio Americano, na última sexta-feira, uma senhora teve o carro roubado, sob ameaça de arma. O ladrão mandou que ela saísse e jogou fora o que ela tinha no carro. Chamou a atenção o fato de que o larápio chegou de Uber, desceu e pagou a corrida, antes do roubo. Por certo estava escolhendo vítimas, pois querem que seja, de preferência, segundo relato de policiais, mulher e com as chaves ainda no veículo. A senhora roubada teve uma crise de pânico e angústia por mais de 20 minutos, sendo amparada por moradores próximos. O roubo foi na rua Álvaro Alvim, esquina com Paulino Teixeira. O edifício em frente tem câmeras de segurança, que podem ajudar na prisão do ladrão. (Mauro Solerte)
Comentários CORRIGIR TEXTO
Roberto Brenol Andrade
Roberto Brenol Andrade
A opinião dos leitores do Jornal do Comércio é publicada diariamente no espaço Palavra do Leitor.