Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 22 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 22 de julho de 2020.
Notícia da edição impressa de 31/01/2020.
Alterada em 31/01 às 03h00min

Theo Wiederspahn

Parabéns ao jornalista Igor Natusch pela pesquisa histórica e pela preocupação em contribuir para preservar o rico patrimônio arquitetônico de Theodor Wiederspahn (Reportagem Cultural, Caderno Viver, Jornal do Comércio, 24/01/2020). Observo que, no final dos anos 1970, houve grande campanha pelos jornais de Porto Alegre para conseguir a preservação e o restauro do Edifício Ely. Já naquela época, havia plena noção da importância do arquiteto alemão. A recuperação de sua obra e memória, portanto, não é tão recente como supõe a matéria. Parabenizo o jornal por dedicar ao assunto generoso espaço. (Angélica de Moraes, jornalista cultural, São Paulo/SP)
Parabéns ao jornalista Igor Natusch pela pesquisa histórica e pela preocupação em contribuir para preservar o rico patrimônio arquitetônico de Theodor Wiederspahn (Reportagem Cultural, Caderno Viver, Jornal do Comércio, 24/01/2020). Observo que, no final dos anos 1970, houve grande campanha pelos jornais de Porto Alegre para conseguir a preservação e o restauro do Edifício Ely. Já naquela época, havia plena noção da importância do arquiteto alemão. A recuperação de sua obra e memória, portanto, não é tão recente como supõe a matéria. Parabenizo o jornal por dedicar ao assunto generoso espaço. (Angélica de Moraes, jornalista cultural, São Paulo/SP)
Reformas no Estado
Claro que boa parte do funcionalismo não gostou das reformas aprovadas pela Assembleia Legislativa. Mas, como muitos, lembro que ninguém dá solução para a falta de verbas do governo estadual, um problema de anos e que se reflete justamente no parcelamento dos vencimentos. Com o equilíbrio das contas públicas, espera-se que, daqui a dois ou três anos, reajustes possam ser dados às categorias que agora reclamam. Elas merecem. (Eunice Cavalheiro de Moraes, Porto Alegre)
Verão em Porto Alegre
Ficar em Porto Alegre no verão, por contingências profissionais, tem lá suas vantagens. Andar nas ruas e avenidas com pouquíssimo movimento é uma delas e que aprecio muito. O trânsito fica calmo e demoro bem menos de casa até o trabalho e vice-versa. É bem melhor. (Gilberto Semensato)
Mordomias
Não se pode mais admitir, quando o Brasil tem milhões de desempregados, que secretários-executivos de qualquer ministério usem aviões da FAB para viagens internacionais. É uma mordomia imoral, sim, mesmo que legal. (Norma Santoro Meira)
Confusão
Na edição de 27/01/2020 do Jornal do Comércio, na página de Economia, a manchete: "Bolsonaro confunde impostos e diz que redução quebraria indústria". Na matéria, o presidente confundiu por três vezes tarifas de importação com impostos sobre empresas. Mais uma vez, mostrou sua total incompetência de ocupar o cargo máximo de nossa nação! (Rui Bisch Fabres, engenheiro, Porto Alegre)
Produção de figos
Na localidade de Sítio, em São Lourenço do Sul, está a Frutas KK, de Maria Amélia Bammann, que é a maior produtora individual de figo do Rio Grande do Sul. Por ano, comercializa mais de 100 mil quilos da fruta para duas indústrias. Também produz morango e uva para abastecer a rede supermercadista. (Rogério Ferreira, São Lourenço do Sul/RS)
Comentários CORRIGIR TEXTO
Roberto Brenol Andrade
Roberto Brenol Andrade
A opinião dos leitores do Jornal do Comércio é publicada diariamente no espaço Palavra do Leitor.