Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 23 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 23 de julho de 2020.
Notícia da edição impressa de 08/01/2020.
Alterada em 08/01 às 03h00min

Salário dos juízes 

Segundo o colunista Edgar Lisboa em sua coluna (Jornal do Comércio, página 16, edição de 02/01/2020) os juízes recebem, mensalmente, como vale-refeição R$ 1 mil. É um deboche para um Brasil afundado em dívidas e que não reajusta vencimentos dos servidores federais, estaduais e municipais, no caso do Rio Grande do Sul/Porto Alegre, há três anos ou mais. Eles, os juízes, estão fora totalmente da realidade financeira do País. Isso é uma vergonha! (Jussara Suelma, Camaquã/RS)
Segundo o colunista Edgar Lisboa em sua coluna (Jornal do Comércio, página 16, edição de 02/01/2020) os juízes recebem, mensalmente, como vale-refeição R$ 1 mil. É um deboche para um Brasil afundado em dívidas e que não reajusta vencimentos dos servidores federais, estaduais e municipais, no caso do Rio Grande do Sul/Porto Alegre, há três anos ou mais. Eles, os juízes, estão fora totalmente da realidade financeira do País. Isso é uma vergonha! (Jussara Suelma, Camaquã/RS)
Vencimentos
Os vencimentos do funcionalismo estadual estão sendo parcelados há anos. Entra governo e sai governo e o problema continua, com muita discussão. Sei que dinheiro não dá na sarjeta, vem por meio dos impostos e todos os tributos cobrados pelos governos. Mas, convenhamos, que o próximo governador nem fale em pagar em dia, salvo se o Rio Grande do Sul estiver arrecadando muitas verbas, o que parece, agora, improvável. (Paulo de Tarso Azambuja)
Incêndios
A Austrália pegou fogo em quase todo o território, mas não ouvi o pessoal das Organizações Não-Governamentais pedir intervenção naquele país. Quando uma centena, pouco mais ou menos, de hectares pegou fogo na Amazônia, até intervenção mundial pediram contra o Brasil, liderados pelo presidente Emmanuel Macron, da França. Por que, agora, ele não abriu a boca? Demagogo, fora com ele! (Rose Tivani, Caxias do Sul/RS)
Veraneio
A tradição gaúcha está sendo mantida com o atual veraneio. Milhares vão para o Litoral Norte o para as praias da zona Sul do Estado, como Cassino, Laranjal e São Lourenço, e Porto Alegre, Pelotas e Rio Grande, entre outras cidades, ficam bem vazias. O trânsito, na Capital, está que é uma beleza. (Rafael Mauro dos Santos Cruz, Porto Alegre)
Colégios
Começar as aulas em 17 de fevereiro próximo é querer prejudicar as férias de milhares de famílias. Qual o problema em avançar mais um pouco em dezembro e começar o ano letivo apenas no final de fevereiro, tipo 27 de fevereiro, depois do Carnaval? Os serviços e o comércio das nossas praias teriam mais receita e as famílias um descanso bem maior. Ninguém gosta desta antecipação que corta ao meio um mês tradicional, considerado, aliás, o melhor do verão, para o descanso familiar. (Noemi Rochembacher, Gramado/RS)
Porto Alegre pra frente
Está correto o mote da caríssima campanha publicitária da Prefeitura da Capital sobre o aumento do IPTU. Afinal, Porto Alegre está pra frente dos buracos nas ruas, para as renovadas pichações, para a poluição atmosférica e a destruição do Centro Histórico, para a poluição do Arroio Dilúvio e do estuário do Guaíba, para o caro e deficiente transporte público, para a falta de água no verão e para a nefasta extinção dos cobradores de ônibus. Aliás, o item que anuncia a contratação de Parceria Público-Privada para a iluminação pública faz lembrar que faz muitos anos que foi criada a taxa de iluminação pública, que nós, pobres contribuintes, somos obrigados a pagar mensalmente junto à conta de consumo de energia elétrica. Cabe a pergunta: onde foi parar esta dinheirama que foi recolhida durante todo este tempo? (Sérgio Becker, Porto Alegre)
Comentários CORRIGIR TEXTO
Roberto Brenol Andrade
Roberto Brenol Andrade
A opinião dos leitores do Jornal do Comércio é publicada diariamente no espaço Palavra do Leitor.