Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 21 de novembro de 2019.
Dia Mundial da Televisão. Dia da Homeopatia e Dia do Homeopata.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 22/11/2019.
Alterada em 22/11 às 03h00min
COMENTAR | CORRIGIR

Três governadores

18-JCA003-DIG.pdf  Palavra do Leitor Sexta-feira 22 11 2019

18-JCA003-DIG.pdf Palavra do Leitor Sexta-feira 22 11 2019


/REPRODUÇÃO/JC
Caxias do Sul tem mesmo do que se orgulhar, em se tratando de políticos. É o que prova a foto na coluna Começo de Conversa, do jornalista Fernando Albrecht, página 3, edição de 18/11/2019 do Jornal do Comércio. Ali estão três ex-governadores do Estado oriundos de Caxias do Sul, que foram competentes e só o passar dos anos demonstrou isso. Falavam muito mal do último, José Ivo Sartori (MDB), que parcelava os vencimentos do funcionalismo, como se ele fizesse isso de propósito. Pois o jovem governador Eduardo Leite (PSDB) está na mesma situação. Não tem dinheiro, o Rio Grande do Sul faliu. Mas, quero dar parabéns a Caxias do Sul pelos três homens públicos. (Nataniel Garbaddi, Porto Alegre)
Caxias do Sul tem mesmo do que se orgulhar, em se tratando de políticos. É o que prova a foto na coluna Começo de Conversa, do jornalista Fernando Albrecht, página 3, edição de 18/11/2019 do Jornal do Comércio. Ali estão três ex-governadores do Estado oriundos de Caxias do Sul, que foram competentes e só o passar dos anos demonstrou isso. Falavam muito mal do último, José Ivo Sartori (MDB), que parcelava os vencimentos do funcionalismo, como se ele fizesse isso de propósito. Pois o jovem governador Eduardo Leite (PSDB) está na mesma situação. Não tem dinheiro, o Rio Grande do Sul faliu. Mas, quero dar parabéns a Caxias do Sul pelos três homens públicos. (Nataniel Garbaddi, Porto Alegre)
Déficit fiscal
Apesar de o texto não abordar o tema leilão da Petrobras, mas de forma indireta serve para explicar o motivo pelo qual o leilão da Petrobras teve a participação de apenas R$ 7 bilhões em capital estrangeiro, sendo o resto de dinheiro gerado do déficit fiscal primário. Sabemos que o capitalismo de estado brasileiro consegue transformar déficit fiscal primário em lucro. Quando o Banco Central apresentar o resultado fiscal consolidado de novembro de 2019 (governo federal, INSS, estatais, governos estaduais e municipais) o único dinheiro que vai alterar o resultado fiscal serão os R$ 7 bilhões, como sendo dinheiro novo. A riqueza de uma nação, não é medida pelas suas reservas em petróleo, mas sim pela sua capacidade tecnológica para a sua exploração. (Ricardo Bergamini, analista financeiro)
Greves
Os servidores da Justiça no Rio Grande do Sul ficaram 52 dias em greve. Tudo muito normal, problema só para quem tinha processos. Agora estão "estudando" como recuperar as pilhas de processos e outras ações administrativas que se acumularam. Além da Justiça gaúcha, o Cpers em greve. Temos greves que já são tradicionais, pelo menos uma vez por ano, aqui no Estado. Poderiam entrar no calendário... (Ruth Menezes)
Santa Casa
Li que a Santa Casa faz atendimento, por ano, a cerca de 1,5 milhão de pessoas. Isso é um número espetacular. Com pouco mais de 200 anos, a Santa Casa é um esteio na área da saúde, atendendo, em quase 60%, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), além de convênios e particulares. Merece ampla ajuda de toda a sociedade. (Lilia Ferraz, Pelotas/RS)
Policiamento
Tenho visto mais duplas de brigadianos nas ruas de Porto Alegre. Isso é bom, pois a bandidagem continua atacando a tudo e a todos, inclusive, nas madrugadas, bancos com sistemas de alarme. Parabéns à Brigada! (Antonieta Ferraz, Porto Alegre)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia