Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 25 de julho de 2020.
Dia do Escritor. Dia do Motorista .

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 25 de julho de 2020.
Notícia da edição impressa de 23/09/2019.
Alterada em 22/09 às 21h32min

Imposto de Renda

Ainda bem que Roberto Freire, presidente nacional do PPS, quer aumentar a alíquota do Imposto de Renda dos que ganham mais. Hoje, eu sou um dos que ganham um pouco mais do que R$ 9 mil (muito bom) e pago 27,5% todos os meses de Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF). Isso é muito, pois quem ganha o dobro e até o triplo do que eu paga o mesmo percentual. A ideia dele é boa, manter e até diminuir o índice das alíquotas com isenções atuais e aumentar as alíquotas para quem ganha mais. (João Carlos Duvali, Sapiranga/RS)
Ainda bem que Roberto Freire, presidente nacional do PPS, quer aumentar a alíquota do Imposto de Renda dos que ganham mais. Hoje, eu sou um dos que ganham um pouco mais do que R$ 9 mil (muito bom) e pago 27,5% todos os meses de Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF). Isso é muito, pois quem ganha o dobro e até o triplo do que eu paga o mesmo percentual. A ideia dele é boa, manter e até diminuir o índice das alíquotas com isenções atuais e aumentar as alíquotas para quem ganha mais. (João Carlos Duvali, Sapiranga/RS)
Tamanho do Estado
Discursos fantasiosos, catalogados como "politicamente corretos", de tão repetitivos assumem ares de produtores de verdades. Não raro expressam ideologias de programas fracassados em outros países. Transplantá-los para cá, ao invés de buscar construção própria de país, apenas geram falsas expectativas. A inteligência nacional em condições, evidentemente, de emitir diagnóstico, atentando para as nossas peculiaridades e desafios, oferecendo medidas próprias. Reformas estruturais, de pronto, imprescindíveis e certas na medida em que facilitem a ação de todos nós, pobres mortais. O Estado, em sentido amplo, jamais pode atrapalhar. Máquina enxuta e eficiente, menos onerosa, imprescindível hoje e sempre. (Jorge Lisbôa Goelzer, advogado, Erechim/RS)
Desemprego
O desemprego está desestruturando muitas famílias. Conheço vizinhos cujos filhos, na faixa dos 30/40 anos, voltaram para a casa dos seus pais, pois perderam seus empregos. Isso é um problema. No caso que citei, os rapazes ainda são solteiros. Mas, é uma situação lamentável. Até quando teremos milhões desempregados no Brasil? (Nora Bento de Freitas, Porto Alegre)
Futebol
Venderam, na mídia, uma ideia falsa sobre o jogo do Internacional contra o Athletico do Paraná. Em casa, o Inter ganharia fácil, como sempre aconteceu, segundo alguns cronistas. Foi um festival de euforia irreal. Deu no que deu, nova vitória do clube de Curitiba. Com méritos. Mas a maioria só fala na derrota do Inter, com poucos méritos aos vitoriosos. Jogaram duas vezes e venceram. Querem mais o quê? (Nelson Queiroz, Porto Alegre)
Futebol II
Endeusaram tanto o Inter por jogar no Beira-Rio, que a frustração acabou em quebra-quebra no estádio. Muitos da imprensa venderam ilusões e a partida acabou com uma grande decepção. Jamais antes viram méritos no adversário paranaense, que vinha de boas vitórias contra bons times. Ainda bem que o técnico e dirigentes colorados, esportivamente, reconheceram a superioridade do adversário. (Aureliano Vieira Torres, Porto Alegre)
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
Roberto Brenol Andrade
Roberto Brenol Andrade
A opinião dos leitores do Jornal do Comércio é publicada diariamente no espaço Palavra do Leitor.