Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 26 de julho de 2020.
Dia dos Avós.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 26 de julho de 2020.
Notícia da edição impressa de 20/08/2019.
Alterada em 20/08 às 03h00min

Obras do Salgado Filho

Finalmente, a Justiça Federal no Rio Grande do Sul, por ato de uma juíza, liberou a remoção das famílias da Vila Nazaré. Com isso, a pista do Salgado Filho poderá ser ampliada. Vendo as fotos publicadas na página 5, edição de 16/08/2019 do Jornal do Comércio, é fácil deduzir que os moradores irão para moradias muito melhores do que as atuais. Casas e apartamentos novos. Prevaleceu o bom senso de uma magistrada. Parabéns a ela! (Luis Carlos Otaviano dos Reis, Porto Alegre)
Finalmente, a Justiça Federal no Rio Grande do Sul, por ato de uma juíza, liberou a remoção das famílias da Vila Nazaré. Com isso, a pista do Salgado Filho poderá ser ampliada. Vendo as fotos publicadas na página 5, edição de 16/08/2019 do Jornal do Comércio, é fácil deduzir que os moradores irão para moradias muito melhores do que as atuais. Casas e apartamentos novos. Prevaleceu o bom senso de uma magistrada. Parabéns a ela! (Luis Carlos Otaviano dos Reis, Porto Alegre)
IPTU
Ainda bem que a Justiça concedeu liminar e a nova planta de valores (não aumento geral do Imposto Predial e Territorial Urbano - IPTU -, como muitos falam) poderá ser cobrada em 2020. Caso contrário, Porto Alegre iria parar. Serviços terceirizados, melhorias em escolas, pavimentações e ainda obras não teriam recursos. É claro que não é um aumento geral do IPTU, mas a readequação do valor venal de imóveis, o que não era feito há mais de 20 anos em Porto Alegre. Mansões pagando o mesmo que casas humildes, uma injustiça que seria perpetuada. (Joelmar Siqueira, Porto Alegre)
Planos de saúde
Agora, dizem que somente as categorias mais bem aquinhoadas da população descontam os planos de saúde no Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). Acho que não precisa ser gênio em matemática para saber essa obviedade. Pago R$ 1 mil para mim e outros R$ 1 mil para minha esposa em um plano de saúde bem famoso, com quarto com acompanhante. Mais participação nas consultas, com uma média de R$ 2,3 mil mensais para os dois. E isso abato do IRPF dela e do meu, e ainda tenho que ir na Receita Federal mostrar os recibos que a fonte manda, há mais de 15 anos... Quem ganha até R$ 5 mil ou R$ 6 mil por mês pode arcar com essa despesa mais as outras e remédios, ainda mais estando, como eu, na terceira idade? Esse desconto, mais os gastos com educação, deve ficar. Mas concordo com um leitor que disse que tem alguns profissionais que vendem recibos para descontar no Imposto de Renda. Cadeia neles, então. (Renan de Alvarez)
Lula
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ficará nas dependências da Polícia Federal (PF) em Curitiba. Mesmo que a sua presença cause dificuldades aos serviços daquele órgão. Mas, como ex-presidente (não votei nele), penso que ele merece, sim, uma cela resguardada e não ir para um presídio comum. (João Carlos Miranda, Porto Alegre)
Detentos
Oportuno o Projeto de Lei nº 580/2015, que tramita no Congresso, obrigando detentos a ressarcirem o estado das despesas com a sua manutenção. Deveria ser ainda mais abrangente, indenizando também as vítimas dos seus crimes. (Roberto Fissmer)
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
Roberto Brenol Andrade
Roberto Brenol Andrade
A opinião dos leitores do Jornal do Comércio é publicada diariamente no espaço Palavra do Leitor.