Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 06 de agosto de 2019.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Edição impressa de 06/08/2019. Alterada em 06/08 às 03h00min

Massacres nos EUA

É triste o que está acontecendo nos Estados Unidos, com massacres, pessoas atirando em outras sem qualquer motivo aparente ("Tiroteios deixam quase 30 mortos em menos de 24 horas nos EUA", Jornal do Comércio, 05/08/2019). São doentes mentais, dirá a maioria. Mas é um horror e serve de alerta para a liberação de armas aqui no Brasil. Sem a liberação, temos muita insegurança e violência, imaginem com todo mundo podendo comprar uma arma. (Daniele Torres)
É triste o que está acontecendo nos Estados Unidos, com massacres, pessoas atirando em outras sem qualquer motivo aparente ("Tiroteios deixam quase 30 mortos em menos de 24 horas nos EUA", Jornal do Comércio, 05/08/2019). São doentes mentais, dirá a maioria. Mas é um horror e serve de alerta para a liberação de armas aqui no Brasil. Sem a liberação, temos muita insegurança e violência, imaginem com todo mundo podendo comprar uma arma. (Daniele Torres)
Entrevista especial 
Parabéns à jornalista Lívia Araújo pela excelente entrevista com o engenheiro Luis Roberto Ponte (Entrevista Especial, JC, 29/07/2019), a quem tenho admiração especial. Primeiro, porque Ponte é irmão do professor Frederico Ponte Filho, um querido mestre no curso de Engenharia Química do Ufrgs. Segundo, porque é um empresário do mais alto nível atuando no Rio Grande do Sul (sua origem é cearense) há décadas, sendo exemplo de profissionalismo, empreendedorismo e tenacidade no que fez e continua fazendo, com seus 85 anos de idade. Transmito ao engenheiro Ponte o nosso abraço pelas grandes verdades de sua entrevista embasadas na experiência de sua labuta diária. Concordo com tudo o que ele disse: estimular a iniciativa privada para que cresça e floresça dentro da lei e, por esse caminho, tirar nosso País da miséria, principalmente da ignorância e da falta de cidadania. (Guido Souza Melo, engenheiro químico, sócio fundador da GVM Consultoria e Projetos em Meio Ambiente Ltda.)
FGTS
Dinheiro que entra no bolso da gente sempre é bem-vindo. Mas apenas R$ 500,00 para sacar do Fundo de Garantia por Tempo de Serviços (FGTS) é uma quantia bem pequena. No total, será muito dinheiro em circulação. Mas primeiro o governo falou que liberaria até 35% do que estava depositado em contas inativas ou ativas, o principal e maior valor. Agora, só R$ 500,00? (Celina Mantovanni)
Eleições 2020
Parece que o riacho Dilúvio é balneável, que o IPTU é justo e não vai ser aumentado, que as taxas de lixo e de iluminação pública dão retorno satisfatório, que a EPTC não acumula prejuízo de R$ 677 mil, que, no verão, não falta água na periferia da cidade, que todos os carros roubados são recuperados, enfim parece que Porto Alegre é uma cidade agradavelmente habitável. Ao menos, os nossos políticos estão mais preocupados em se manter ou em ascender no poder público. Enquanto o prefeito investe em busca da reeleição, vereadores se assanham com a possibilidade de assumir o Paço Municipal. Alguns até trocarão de "ideais partidários" se não conseguirem emplacar na legenda. Espertos, já criaram uma tal de "janela", que permite a troca de partido, ou seja, a infidelidade impunemente. Outros, ainda que nada ou muito pouco realizaram neste mandato, concorrerão à reeleição para manter salário (alto) e mordomias. Aqui, democracia não subentende renovação. Triste cidade onde a voracidade particular continua se sobrepondo ao interesse público. (Sérgio Becker, Porto Alegre)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia