Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 27 de julho de 2020.
Dia do Despachante.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 27 de julho de 2020.
Notícia da edição impressa de 23/07/2019.
Alterada em 22/07 às 21h15min

Dinheiro do Bndes

Finalmente os brasileiros vão saber, exatamente, que tipo de empréstimos, em que condições e para quem o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) fez nos últimos anos. Só na devolução de dinheiro ao Tesouro Nacional, ainda em 2019, serão R$ 126 bilhões, quantia que poderá ser empregada em universidades, rodovias e hospitais, além da segurança pública. (Eleonara Campos)
Finalmente os brasileiros vão saber, exatamente, que tipo de empréstimos, em que condições e para quem o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) fez nos últimos anos. Só na devolução de dinheiro ao Tesouro Nacional, ainda em 2019, serão R$ 126 bilhões, quantia que poderá ser empregada em universidades, rodovias e hospitais, além da segurança pública. (Eleonara Campos)
Atraso nos salários
Mesmo sabendo, embora muitos digam o contrário, que o governo do Estado não paga porque não tem dinheiro e não porque não quer o vencimento do funcionalismo, é mesmo uma tragédia familiar ver chegarem as contas e não ter o dinheiro depositado no banco. Espero que, como ele prometeu, até o final do ano o governador Eduardo Leite (PSDB) coloque tudo em dia. (Belatrice de Moraes)
Gasolina
Realmente, o governo anunciou, há alguns dias, que baixaria o preço da gasolina. Pois saí de casa e fui colocar modestos R$ 50,00. Até meados do ano passado, eu mandava encher o tanque... No entanto, o preço era o mesmo, nada de mais baixo. Interessante é que quando é para subir, a notícia sai de manhã e, ao meio-dia, todos os postos já aumentaram. Pelo menos aqui em Porto Alegre. (Celmar Mendes, Porto Alegre)
Vendas e aluguéis
Todos já notaram a quantidade de imóveis para venda e aluguel em Porto Alegre. Pois conversei com uma médica de Sergipe, que passou uns dias na capital gaúcha, e ela me disse que lá também está assim, da mesma forma que em Salvador, na Bahia, onde ela também esteve antes de Porto Alegre. É a crise se espalhando e acho que tem muita gente se desfazendo de imóveis para sobreviver. Muito triste. (Tereza Raquel de Mendonça, Porto Alegre)
Recesso
Por que certos setores, como o Congresso Nacional, têm recessos de quase um mês no meio do ano? Precisam descansar? Mas não ganham bem justamente para ficar em Brasília, onde gozam de mordomias e apartamento funcional? Tem mesmo que vir uma reforma política. Não precisamos de 513 deputados nem de 81 senadores. Para mim, 300 deputados e 60 senadores estariam de bom tamanho. E que economia para os cofres públicos! (Lindomar Vieira de Castro, Porto Alegre)
Trânsito
É importante uma integração e sistematização do transporte coletivo na Região Metropolitana de Porto Alegre. Como está, o trânsito é confuso e prejudica milhares de usuários que têm horários a cumprir. (Telmo Rudimar, Porto Alegre)
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
Roberto Brenol Andrade
Roberto Brenol Andrade
A opinião dos leitores do Jornal do Comércio é publicada diariamente no espaço Palavra do Leitor.