Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 01 de agosto de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 01 de agosto de 2020.
05/02/2019 - 23h38min.
Alterada em 05/02 às 01h00min

Barra do Ribeiro

Beleza a notícia do Jornal do Comércio, página 18, edição de 22/01/2019. Por ela, fiquei sabendo que a Barra do Ribeiro terá ligação também pelos barcos Catamarã. É algo muito bom para a população da nossa cidade e para quem deseja nos visitar. Antes de ônibus, com certeza darei preferência aos Catamarãs, desde que a tarifa seja acessível. (Janaína de Freitas, Barra do Ribeiro/RS)
Beleza a notícia do Jornal do Comércio, página 18, edição de 22/01/2019. Por ela, fiquei sabendo que a Barra do Ribeiro terá ligação também pelos barcos Catamarã. É algo muito bom para a população da nossa cidade e para quem deseja nos visitar. Antes de ônibus, com certeza darei preferência aos Catamarãs, desde que a tarifa seja acessível. (Janaína de Freitas, Barra do Ribeiro/RS)
Filho do presidente
Ou o senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL) se explica e muito bem, ou o governo do pai dele, Jair Bolsonaro, estará em maus lençóis. É muita acusação e poucas explicações. (Nair Fagundes, Porto Alegre)
Escravidão
Diz a nossa história que a princesa Isabel, com a famosa Lei Áurea, aboliu a escravatura no Brasil Império em 13 de maio de 1888. Ledo engano! Não somente os negros continuaram sendo servis escravos, mas também os brancos até nos tempos atuais governado pelo Partido dos Trabalhadores. Temos provas oficiais e documentadas quando a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) assinou um contrato com o ditador comunista de Cuba, Fidel Castro, contratando dezenas de milhares de cubanos com o pretexto de prestarem serviços médicos aos brasileiros. Seus bons salários foram confiscados e entregue à ditadura cubana. Isso foi simplesmente ignorado pelos nossos sindicados, Ministério do Trabalho e até pelo Poder Judiciário, nenhum deles se posicionou contra esta escravatura nos tempos atuais. (Benone Augusto de Paiva)
Como acreditar na prefeitura?
Como podem os da prefeitura pretender que se dê crédito às promessas vazias que vivem fazendo? Dentre as muitas está a de uma solução imediata para a questão angustiante da Casa Azul, que possa acarretar na liberação da rua Riachuelo. Passado mais de um mês do anúncio de que agora a coisa andaria, com envolvimento inclusive dos herdeiros dos antigos donos - cheguei até a me declarar devoto de São Tomé ("só acredito vendo") - pois passei por ali e constatei que continua tudo como dantes no quartel de Abrantes. A casa, deitada em berço esplêndido, impávido colosso debochando de todos nós. (Luiz Carlos Vaz, jornalista)
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
Roberto Brenol Andrade
Roberto Brenol Andrade
A opinião dos leitores do Jornal do Comércio é publicada diariamente no espaço Palavra do Leitor.