Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 11 de outubro de 2018.
Dia Internacional do Combate à Obesidade.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Edição impressa de 11/10/2018. Alterada em 11/10 às 01h00min

Trensurb

Em relação à matéria MPF ajuíza neste ano ação sobre trens da Trensurb (Jornal do Comércio, 08/10/2018), existem duas sindicâncias na Trensurb sobre a compra dos trens. Uma sobre possíveis irregularidades na licitação, e a outra sobre a entrega dos trens com problemas, mas o o que importa é investigar porque compraram os trens sem necessidade. Isso é que importa, o resto que aconteceu vem da irresponsabilidade dos dirigentes. A demanda atual, proporcionalmente, é uma das menores da história da Trensurb, portanto compraram trens sem precisar. (Celso Pereira dos Santos, Porto Alegre)
Eleições
Tenho lido, nas redes sociais, que se Jair Bolsonaro (PSL) vencer no segundo turno voltaremos à ditadura de 1964. Se vencer Fernando Haddad (PT), o Brasil vai virar um país comunista. Menos, gente, bem menos. Temos instituições funcionando, mesmo com tanta tensão no ar, e ninguém mais aceita retrocessos. Bolsonaro saiu do Exército há muitos anos. Haddad não é comunista. Nenhum nem outro irá - já afirmaram - contra a Constituição. Por isso vamos ter calma, votar e esperar bons resultados na economia. (Natália Fortes, Santa Maria/RS)
Eleições II
Estou muito abatido com o que passei nestas eleições, com o partido que não me apoiou (PPS) - do qual pedirei desligamento - na campanha a deputado federal. Sou um ex-atleta olímpico do Brasil, e com mais de 55 mil apoiadores pelas redes sociais e com 17 mil contatos pessoais durante a campanha eleitoral, no tradicional corpo a corpo, além de uma carreata por quase toda Porto Alegre a dois dias do pleito. Por isso estranhei a votação mínima, pífia, ridícula mesmo, que obtive. O PPS não providenciou nenhuma aparição minha no horário eleitoral gratuito nas tevês, algo inexplicável, durante a campanha. Ocorreu algo muito estranho, incompreensível mesmo. Vou ao TRE. (Celso Scarpini, Porto Alegre)
Dia das Crianças
O Dia das Crianças no Brasil foi "inventado" por um político. O deputado federal Galdino do Valle Filho teve a ideia de criar um dia em homenagem às crianças na década de 1920, oficializado como Dia da Criança pelo presidente Arthur Bernardes, por meio do decreto nº 4867, de 5 de novembro de 1924. Mas somente em 1960, quando a Fábrica de Brinquedos Estrela fez uma promoção conjunta com a Johnson&Johnson para lançar a "Semana do Bebê Robusto" e aumentar suas vendas, é que a data passou a ser comemorada. (Danilo Guedes Romeu)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia