Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 03 de outubro de 2018.
Dia do Petróleo Brasileiro. Dia Mundial do Dentista.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Edição impressa de 03/10/2018. Alterada em 03/10 às 01h00min

Cruzeiro campeão

Cada vez melhor a coluna Começo de Conversa, de Fernando Albrecht, no Jornal do Comércio. Nesta terça-feira, publicou foto de evento histórico-esportivo do Cruzeiro, que foi campeão do primeiro campeonato de Porto Alegre, em 1918, lembrança importante demais para os cruzeiristas como, de resto, para a história do futebol da Capital. (Erico José Faustini, médico)
Cruzeiro campeão II
Espetacular a foto do nosso Cruzeiro, campeão do primeiro campeonato de futebol de Porto Alegre. Aliás, as fotos antigas que o colunista Fernando Albrecht publica na página 3 sempre nos trazem lembrança boas. (Celso Correa)
Delações de Palocci
Ainda que seja verdade que Sérgio Moro liberou a delação de Palocci, visando a prejudicar candidaturas de petistas, como as de Haddad e Dilma, diretamente envolvidas nas denúncias, ele está cumprindo seu dever de guardião da sociedade, pois, a considerar que tais denúncias contra o governo Lula são verdadeiras, seria um crime se Moro esperasse os autores dos delitos serem eleitos, privando os eleitores de saber que estariam reconduzindo ladrões do erário ao poder. A motivação de Moro, portanto, não é política, ela é social. Queriam o quê? Que Moro poupasse os criminosos de perderem a chance de voltar ao local do crime para roubar de novo? (Lino Tavares, jornalista)
Golpe ou movimento
Disse o ministro Dias Toffoli, presidente do STF, que não se refere mais a "golpe de 64", "revolução de 64", mas sim a "movimento de 64"; sim, os militares, junto com civis, se "movimentaram" e deram "o golpe em 1964". Definição de movimento: substantivo masculino: ato ou efeito de mover(-se); por extensão, conjunto de ações de um grupo de pessoas mobilizadas por um mesmo fim. (Sergio Oliveira, Charqueadas/RS)
Pesquisas
Temos pesquisas demais e muitas simulações que só confundem. Para mim, pesquisa deveria ter uma pergunta básica: em quem o senhor ou senhora vai votar para presidente, governador, deputado estadual, deputado federal e senadores (serão duas indicações). Isso basta. Estão confundindo os eleitores com simulações que não dizem nada. (Paulo de Tarso Mendes, Guaíba/RS)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Daciur Santos 03/10/2018 10h20min
Sr Lino Tavares, com todo o respeito a sua opinião, então podemos dizer, que a justiça no Brasil, e parcial, pois muitos criminosos, de diversos partidos, estão voltando ao local do crime, não somente os do PT. Veja na Imprensa, do qual você faz parte, quantos nomes estão sendo investigados. Não tenho políticos e nem corruptos de estimação, e gostaria que a lei fosse igual para todos. e no Brasil , sejamos realistas, isso não acontece.