Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 12 de julho de 2018.
Dia do Engenheiro Florestal.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 12/07/2018. Alterada em 12/07 às 01h00min

Democrático

Uma Constituição feita difusa da realidade existente do feudalismo das oligarquias dos donos do poder somente promoveria esse Brasil igual à Venezuela que vigora no contexto. As instituições políticas fundamentais que são os sete pilares da sabedoria, que hoje estão nas garras dos corruptos disfarçados de ovelhas comportadas, elas malvadas, porém, pisam no pescoço do povo esfacelado sem quaisquer lideranças capazes. "Tristes Trópicos" lembra o Mito da Caverna do filósofo Platão. Ouço, leio e vejo que estamos a buscar os buracos do queijo, enquanto ninguém cria a solução plausível possível. (Helder Pinheiro Mayer, produtor cultural, Alvorada/RS)
Finanças
Muitos querem que as finanças da União, dos estados e das prefeituras sejam equalizadas apenas com o corte de gastos. Mas quem enfrenta, como agora, o corte de gastos e as reclamações das áreas que tiveram verbas cortadas, caso dos esportes? Todos querem mais segurança, saúde e educação, mas sem aumentar impostos, só com o corte de gastos. Então vamos mandar para o olho da rua milhões de servidores públicos federais, estaduais e municipais? Ficar dando conselho à distância, sem a responsabilidade de governar, é fácil. Há mais de ano que o prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) quer reajustar o IPTU, cuja planta de valores, o valor venal, não é readequada há 20 anos. Conseguiu? Não, nem vai conseguir em ano de eleições. Enquanto isso, temos mansões de R$ 5 milhões pagando o mesmo IPTU de moradias da mesma rua, valendo R$ 600 mil. É justo? (Vanessa Pinto Soares, Porto Alegre)
Seleção
Agora que a seleção perdeu vejo que o futebol está bem decadente em termos de craques. É uma correria só. A Bélgica se retrancou, povoou o meio de campo, e o Brasil não tinha jogadores com habilidade para passar pela retranca. A Bélgica apostou nos contra-ataques e ainda ganhou um gol contra de vantagem. Aliás, um jogador belga (eles, os honestos belgas, os europeus superiores em tudo a nós, brasileiros, segundo leio, ouço e vejo...), esperta e maldosamente, saiu correndo da área festejando, como se fosse ele o autor. Mentira. (Paulo César D'Avila, Porto Alegre)
Praça da Alfândega
Há anos, descobriram uma escadaria na Praça da Alfândega, usada, no século XIX, para o embarque e desembarque de pessoas e mercadorias, eis que era até ali que chegava o Guaíba. Daí o nome Rua da Praia, até hoje consagrado, poucos chamam de Rua dos Andradas. Mas, ao invés de abrirem bem o local, colocarem uma cobertura de vidro forte, iluminar bem o local e colocar uma placa ao lado explicando a data e o seu uso antigo, simplesmente taparam tudo de novo. Aí, os brasileiros vão à Europa e voltam encantados com as praças, museus e locais históricos de lá. Aqui, nós enterramos tudo, para ninguém ver... (René H. Peralta, Porto Alegre)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia