Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 23 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 23 de julho de 2020.
23/07/2020 - 09h54min.
Alterada em 23/07 às 14h21min

Desafio para as mídias sociais

Por Dom Jaime Spengler, arcebispo de Porto Alegre e primeiro vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)
Por Dom Jaime Spengler, arcebispo de Porto Alegre e primeiro vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)
A pergunta que muitos se fazem nestes últimos tempos, em meio a uma enxurrada de informações a respeito da situação política, econômica, sanitária no Brasil, é: onde está a verdade? Quem diz a verdade? O que é verdade? Como promover a vida saudável?
Tais perguntas são, certamente, mais que legítimas, pois nos sentimos atingidos por noticiários, opiniões de todo tipo, lives e, infelizmente, fake news. O momento que a sociedade atravessa requer de todos, sobretudo de quem tem poder de decisão sociopolítica, sensibilidade, serenidade, discernimento, prudência e determinação.
Lugar de destaque possuem as mídias sociais neste momento de crise da sociedade. Crise que possui vários aspectos: econômico, político, sanitário, ético, social. A inquietação, o temor, o medo e a angústia que caracterizam o momento histórico, encontram reflexo nas mídias sociais. O que por meio delas é expresso, aponta para aquilo de bom e de menos bom o ser humano traz em seu interior.
A tecnologia que sustenta as mídias sociais é expressão da capacidade do engenho humano - sua autonomia e liberdade. Nela se expressa o poder do espírito humano sobre a matéria, podendo assim colaborar para dar forma e transformar o ambiente. Seus frutos são um “verdadeiro dom para a humanidade” (Bento XVI).
Contudo, se por um lado, as mídias sociais favorecem o conhecimento e a ampliação das relações, por outro, se tornam também lugar para extravasamento da obscuridade que o ser humano traz em si. Infelizmente não faltam, por exemplo, aqueles que se escondem por trás de perfis falsos para expressar opiniões radicais, agressões e dados sem comprovação. Assim, um instrumental com potencial extraordinário para aproximar pessoas, construir consensos, propor iniciativas em vista do bem comum, é usado para desinformar, desagregar e destruir.
A oportunidade de acesso às novas mídias sociais oferece uma série de oportunidades, exigindo atenção ao modo como a experiência de relações tecnologicamente mediadas estrutura o conceito da alteridade ou das relações interpessoais e do mundo. Neste âmbito, a experiência da fé cristã coopera para iluminar caminhos onde a verdade e a vida possam fluir de forma responsável e ética.
Doe uma cesta básica e ajude o Mensageiro da Caridade a ajudar - O período de isolamento social, necessário em função da pandemia da COVID-19, e as constantes chuvas agravaram ainda mais a situação das famílias em situação de vulnerabilidade social em Porto Alegre e região. Em função disso, a Cáritas/Mensageiro da Caridade organizou ações nas regiões das Ilhas e vilas Maria da Conceição e Cruzeiro, em Porto Alegre, para atender, nas próximas semanas, cerca de 450 famílias que foram cadastradas e passaram por triagem prévia. A campanha “A doação de uma ‘cesta’ é uma forma ‘básica’ de amar” foi lançada nesta terça (21), com o objetivo de suprir a demanda das famílias atendidas. A meta é arrecadar as 450 básicas por meio de doações em dinheiro, que podem ser feitas por boleto bancário ou cartão de crédito. A tecnologia da arrecadação online é da empresa OKPago, que zerou suas taxas de lucro para esta ação pela primeira vez em quatro anos de operação. Acesse o link da campanha e faça a sua doação: https://bit.ly/cestabasicamensageiro.
Ajuda nas Ilhas do Guaíba - Eloá da Silva Alves, 78 anos, moradora da Ilha Grande dos Marinheiros foi uma das beneficiadas pelas doações do Mensageiro da Caridade no dia 15 de julho. Ela teve sua casa alagada pelas águas do Lago Guaíba. Nascida no arquipélago, conta que perdeu as contas do número de enchentes que já presenciou. Esta semana, a entidade distribuiu 100 cestas básicas, roupas e brinquedos para as crianças. Liane Farias destaca que o problema vai continuar porque as famílias que tiveram suas casas atingidas perderam móveis, roupas, cobertores e materiais de uso doméstico. O diretor Executivo do Mensageiro da Caridade, Luís Carlos Campos, afirmou que é muito dolorida a situação das famílias atingidas. “Vamos manter a vigilância e a ajuda a essa população. Para isso, contamos com o apoio importante de nossos doadores e das pessoas solidárias para amenizar esse sofrimento”. Roupas, móveis e alimentos podem ser entregues na sede do Mensageiro da Caridade, localizada na Av. Ipiranga, 1145 (Porto Alegre), de segunda à sexta-feira, das 8 às 18h.
Série "Querida Amazônia" - A Verbo Filmes e a REPAM-Brasil (Rede Eclesial Pan-Amazônica) estão lançando uma série de vídeos curtos sobre a Exortação Apostólica pós-sinodal ''Querida Amazônia''. O projeto consiste em apresentar a Exortação Apostólica "Querida Amazônia", do Papa Francisco, segundo a estrutura da exortação. “Tudo está interligado!”, essa é a tônica da sinfonia escrita pelo Papa Francisco, a Encíclica Laudato Si´ (Louvado Sejas). Esse precioso documento é apresentado e comentado por especialistas de diversas áreas do conhecimento e de diferentes tradições religiosas. Laudato Si’ é uma declaração de amor pelo planeta Terra e um compreensivo tratado sobre os mais variados temas que envolvem o cuidado de nossa Casa Comum. Assista aos minidocs já disponíveis em: https://youtu.be/eUPCm32RSzQ.
Comentários CORRIGIR TEXTO