Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 11 de setembro de 2019.

Jornal do Comércio

11/09/2019 - 16h50min.
Alterada em 11/09 às 16h59min
COMENTAR | CORRIGIR

Promoção da vida: responsabilidade de todos

Por Dom Jaime Spengler, arcebispo metropolitano de Porto Alegre e primeiro vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)
 
O fenômeno trágico e complexo do suicídio tem causado preocupação em diversos setores da sociedade, sobretudo quando atinge adolescentes e jovens.
É verdadeiro que distúrbios psíquicos graves, a angústia, o medo grave da provação ou do sofrimento podem ser causa de suicídio. Pela natureza da surpresa e incredibilidade, o suicídio pune emocionalmente a todo o entorno – familiares, amigos, companheiros de estudo e/ou trabalho – de quem cumpre esse gesto extremo.
Psicólogos, psiquiatras, pedagogos e sociólogos têm se empenhado para tentar compreender as razões do fenômeno. Os esforços para encontrar explicações plausíveis se multiplicam. Há quem afirme que uma das razões seria a falta de ideais ou objetivos capazes de empenhar toda uma vida.
O futuro se oferece como uma paisagem imprevisível que paralisa iniciativas e apaga o entusiasmo.
É também verdadeira a comparação da estrutura humana a um tapete: de um lado se veem belas figuras; mas de outro, no lado debaixo, é marcado por nós e fios retorcidos que não se veem. Esclarecer o porquê e o como dos nós e dos fios retorcidos é um enorme desafio. E, no entanto, são eles que garantem a beleza da peça.
O ser humano sente e vive a necessidade de, com cuidado e atenção, “desatar as coisas que estão emaranhadas e atar os fios soltos” de sua existência. Nesse trabalho estão envolvidos a pessoa, os familiares e amigos, como também as instituições de educação, saúde e religiosas.
Estudos científicos consistentes mostram o quanto a religiosidade é um fator protetor para o suicídio. Mais ainda: níveis mais elevados de envolvimento com a religião estão associados positivamente com indicadores de bem-estar psicológico, com menos depressão, comportamento suicidas e abuso de drogas.
A fé cristã compreende a vida humana como dom que precisa ser preservado. Ela não é propriedade individual, pois traz vínculos de solidariedade com as sociedades familiar e humana. Por isso, urge envolver todas as forças da sociedade que acreditam, cuidam e promovem vida plena para todos, a fim de auxiliar adolescentes e jovens a assumirem a existência com seus desafios e oportunidades, sem se deixar em conduzir pelo positivismo das ciências ou dogmatismos religiosos.
Congresso Internacional - Seguem abertas as inscrições para o II Congresso Internacional de Teologia da PUCRS, que será realizado de 7 a 9 de outubro de 2019, no Auditório do Prédio 9 da PUCRS. O objetivo do evento é refletir sobre o caráter teológico da santidade e sua vivência no âmbito público da sociedade, à luz da "Exortação Gaudete et exsultate". O congresso é uma iniciativa do Programa de Pós-Graduação em Teologia da PUCRS, destinado a presbíteros, consagradas (os), estudantes e professores dos cursos de graduação e pós-graduação, agentes de pastoral e público em geral. Para mais informações, acesse https://www.pucrs.br/eventos/inst/iicongressointernacionaldeteologia
Novos bispos em Roma - Dom Darley José Kummer, bispo auxiliar da Arquidiocese de Porto Alegre, nomeado pelo Papa no dia 10 de abril de 2019, encerra nesta quinta-feira (12) a sua participação no curso de formação anual para novos bispos, em Roma. O curso, com início no dia 2 de setembro, está sendo realizado no instituto educacional Ateneo Pontificio Regina Apostolorum, com a participação de 300 bispos, nomeados pelo Papa desde o ano passado.
Série para a juventude - A Pastoral Juvenil está atenta ao Mês da Bíblia proposto pela Igreja no Brasil, e algumas iniciativas têm sido sugeridas para promover a animação bíblica das juventudes espalhadas pelo país. Entre elas, uma série de vídeos produzida pela equipe de comunicação da Pastoral Juvenil, que se propõe a promover uma reflexão com base na primeira carta de São João, escolhida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) neste ano, e que destaca o trecho do capítulo 2 do livro: “Jovens eu vos escrevi, porque sois forte e a Palavra de Deus permanece em vós, e vencestes o maligno”. Dois vídeos já foram divulgados, nos dias 3 e 10, respectivamente, intitulados “A nós, todos os jovens!” e “Sim, somos fortes!”. Nos próximos dias 17 e 24 de setembro serão veiculados “Sempre perto…” e “Vencemos!”, nesta ordem. Os vídeos são divulgados às terças-feiras, no horário de 19h, no Youtube e no IGTV, a plataforma de vídeo do Instagram.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Dom Jaime Splengler
Dom Jaime Splengler
A Arquidiocese de Porto Alegre renova sua tradicional coluna no Jornal do Comércio, antes intitulada "A Voz do Pastor", e passa a chamá-la "Olhar da Fé", com publicação exclusiva na versão online do veículo. Todas as quintas-feiras, Dom Jaime Spengler, arcebispo de Porto Alegre, ou um dos bispos auxiliares trarão a visão do sagrado sobre temas importantes para a sociedade.