Porto Alegre, sábado, 14 de novembro de 2020.
Dia do Bandeirante.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 14 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Coluna

- Publicada em 03h00min, 06/11/2020. Atualizada em 22h59min, 14/11/2020.

Onde anda você?

Rê Adegas

Rê Adegas


/RÊ ADEGAS/ACERVO PESSOAL/DIVULGAÇÃO/JC
Os planos da cantora gaúcha Rê Adegas de se transferir para Portugal para dar novos rumos a sua carreira, foram atropelados pela pandemia do novo coronavírus. A veterana Rê chegou por lá de mala e violão, no começo de março, com uma turnê acertada, quando veio o isolamento. Aos 22 anos de carreira, este não seria o primeiro desafio da gaúcha que vendeu seu apartamento em Porto Alegre para investir em seus planos. Os percalços da profissão já haviam se mostrado quando ela optou por viver de música por aqui ciente da eterna falta de espaço para os músicos se desenvolverem. Com passagens de sucesso por palcos de São Paulo, Rê conheceu de perto o estrelato ao participar do The Voice Brasil, em que foi escolhida por Carlinhos Brown. Com sua voz potente e afinadíssima, ela foi reapresentada aos gaúchos e mostrou seu potencial. Rê tem planos de lançar dois novos trabalhos em CD. O primeiro está em produção, tem a parceria de Leo Bracht e Guiza Ribeiro e será constituído de duetos com vários artistas convidados com composições próprias e de outros músicos. "Será um disco mais plural, que busca trazer novas sonoridades para dentro do trabalho com a participação dos convidados", acrescenta. A sua releitura do repertório do disco Elis & Tom, acrescido de outras canções e acompanhada de Luiz Zago, também deverá virar um CD a ser lançado em breve.
Os planos da cantora gaúcha Rê Adegas de se transferir para Portugal para dar novos rumos a sua carreira, foram atropelados pela pandemia do novo coronavírus. A veterana Rê chegou por lá de mala e violão, no começo de março, com uma turnê acertada, quando veio o isolamento. Aos 22 anos de carreira, este não seria o primeiro desafio da gaúcha que vendeu seu apartamento em Porto Alegre para investir em seus planos. Os percalços da profissão já haviam se mostrado quando ela optou por viver de música por aqui ciente da eterna falta de espaço para os músicos se desenvolverem. Com passagens de sucesso por palcos de São Paulo, Rê conheceu de perto o estrelato ao participar do The Voice Brasil, em que foi escolhida por Carlinhos Brown. Com sua voz potente e afinadíssima, ela foi reapresentada aos gaúchos e mostrou seu potencial. Rê tem planos de lançar dois novos trabalhos em CD. O primeiro está em produção, tem a parceria de Leo Bracht e Guiza Ribeiro e será constituído de duetos com vários artistas convidados com composições próprias e de outros músicos. "Será um disco mais plural, que busca trazer novas sonoridades para dentro do trabalho com a participação dos convidados", acrescenta. A sua releitura do repertório do disco Elis & Tom, acrescido de outras canções e acompanhada de Luiz Zago, também deverá virar um CD a ser lançado em breve.

Agenda

  • 21/11 Matita Perê (Porto Alegre)
  • 25/11 Um Bar e Cozinha (Porto Alegre)
  • 27 e 28/11 Delfino (Florianópolis)

Um lugar

Regina Lunkes Diehl responsável pelo recanto literário na Winge
Regina Lunkes Diehl responsável pelo recanto literário na Winge
/VANIA MATTOS/DIVULGAÇÃO/JC
A Floricultura Winge, situada na zona Sul de Porto Alegre tem registrado grande movimentação aos finais de semana não só por conta da riqueza de plantas e produtos específicos para a jardinagem, mas também por seus espaços de convivência rodeados de um bosque encravado na cidade. Dois espaços compartilham o ambiente com a Winge, o empório Fattoria 888 e o Café e Prosa. Conhecido como o maior Garden Center de Porto Alegre a Winge está há mais de 130 anos no setor de jardinagem, flores e insumos para quem gosta de mexer na terra. Na Fattoria 888, onde se encontra queijos artesanais, cucas, pães e especialidades, há o charmoso recanto Amo Fantasias de Papel, com livros doados que estão à venda no simpático ambiente do empório, com parte da renda revertida à Aldeia da Fraternidade.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/11/03/206x137/1_img_8597-9179926.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5fa1dce4010b7', 'cd_midia':9179926, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/11/03/img_8597-9179926.jpg', 'ds_midia': 'Floricultura Winge', 'ds_midia_credi': 'IVAN MATTOS/ESPECIAL/JC', 'ds_midia_titlo': 'Floricultura Winge', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '100%', 'cd_midia_h': '600', 'align': 'Left'}Floricultura Winge. Foto: IVAN MATTOS/ESPECIAL/JC

Negócio do Japão

Combinado do Tokyo Sushi
Combinado do Tokyo Sushi
/TOKYOSUSHI/DIVULGAÇÃO/JC
Desde que adaptou seus negócios em função da pandemia, o Tokyo Sushi Lounge, virou o leme e mudou seu modelo de negócios, investindo no sistema de delivery e takeaway com o projeto Tokyo Sushi Delivery. Surfando sobre a crise, se adaptou aos protocolos de saúde e viu os pedidos dispararem. A novidade agora é o lançamento do Poke, prato da culinária havaiana nas opções vegetariano, camarão e salmão que em breve entram no cardápio.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO