Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020.
Dia de São Valentim.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 14/02/2020.
Alterada em 13/02 às 21h28min
COMENTAR | CORRIGIR

Com sorriso nos olhos

Entrevista com Zelda DalMolin, chef do restaurante Koo Pee Pee.

Entrevista com Zelda DalMolin, chef do restaurante Koo Pee Pee.


/NÍCOLAS CHIDEM/JC

Foi assim que a responsável pela elogiada cozinha do restaurante Koh Pee Pee, a chef Zelda Dal'Molin, nos recebeu e relatou as peculiaridades da gastronomia tailandesa, da qual é uma estudiosa. Depois de aperfeiçoamentos na França, nos Estados Unidos e na Itália, Zelda percebeu que era hora de conhecer a culinária tailandesa de raiz e, para isso, passou dois meses em Bangkok, convivendo com elefantes, cuidando e cozinhando para eles, como voluntária, e, principalmente, estudando nas favelas para aprender os pratos preparados pelos nativos. Conheceu de perto as fábricas de insumos, temperos e especiarias da Tailândia, trouxe sementes de manjericão doce para plantio e se encantou com as flores comestíveis, que são indispensáveis aos drinques e pratos locais. Mas, fundamentalmente, aprendeu que "cozinhar é ofertar o que é bom para você e, também, um pouco de você", conclui. No próximo dia 31 de março, Zelda estará na Casa Bordini ministrando um workshop de gastronomia em que pretende resgatar a cozinha de casa que cada um traz consigo.

Foi assim que a responsável pela elogiada cozinha do restaurante Koh Pee Pee, a chef Zelda Dal'Molin, nos recebeu e relatou as peculiaridades da gastronomia tailandesa, da qual é uma estudiosa. Depois de aperfeiçoamentos na França, nos Estados Unidos e na Itália, Zelda percebeu que era hora de conhecer a culinária tailandesa de raiz e, para isso, passou dois meses em Bangkok, convivendo com elefantes, cuidando e cozinhando para eles, como voluntária, e, principalmente, estudando nas favelas para aprender os pratos preparados pelos nativos. Conheceu de perto as fábricas de insumos, temperos e especiarias da Tailândia, trouxe sementes de manjericão doce para plantio e se encantou com as flores comestíveis, que são indispensáveis aos drinques e pratos locais. Mas, fundamentalmente, aprendeu que "cozinhar é ofertar o que é bom para você e, também, um pouco de você", conclui. No próximo dia 31 de março, Zelda estará na Casa Bordini ministrando um workshop de gastronomia em que pretende resgatar a cozinha de casa que cada um traz consigo.

Dupla afinada

Luciana Maisonave
Fabíola Rohde Lopes
Luciana Maisonave Fabíola Rohde Lopes
/IVAN MATTOS/ESPECIAL/JC

Fabíola Rohde Lopes e Luciana Maisonave, responsáveis pelo programa Etiqueta com graça, disponível nas redes sociais, reuniram, no Baltoro cigar lounge, nesta semana, um grupo de influenciadores e jornalistas para contar detalhes do canal. Realmente, a dupla é divertida e demonstra muita afinidade e sintonia, oferecendo conteúdo diversificado, interessante, de forma leve e muito bom de ser conferido.

O jornalista Paulo Gasparotto, que foi o convidado do mais recente programa, esclareceu sobre o hábito de fumar charutos e os cuidados que os fumantes devem observar durante a degustação.

Arte oriental

Tadashi Kawamata, artista japonês de destaque na cena contemporânea internacional, que está apresentando na Japan House São Paulo, a obra Construção
Tadashi Kawamata, artista japonês de destaque na cena contemporânea internacional, que está apresentando na Japan House São Paulo, a obra Construção
/IVAN MATTOS/ESPECIAL/JC

O orientalismo está em alta nas exposições em São Paulo. Dois artistas japoneses estão concentrando as atenções com exposições bem diferentes, mas que guardam muito em comum. A primeira delas é Murakami por Murakami, no Instituto Tomie Ohtake, que está apresentando pela primeira vez na América do Sul a obra deste consagrado artista. Takashi Murakami aproxima a arte e a cultura japonesas com o imaginário popular dos mangás e animes, provocando uma profunda revisão das raízes nipônicas em um efeito espetacular. Até 15 de março.

O outro é Tadashi Kawamata, artista japonês de destaque na cena contemporânea internacional, que criou especialmente para a Japan House São Paulo a obra Construção. Conhecido por realizar instalações de grandes dimensões utilizando materiais pouco convencionais e de reciclagem, nesta instalação, ele utiliza 180 mil hashis (90 mil pares), as pequenas varetas usadas pelos japoneses como talher, para compor a instalação criada para o segundo piso do centro cultural. Além da casa de hashis, todos de refugo, fotos e vídeos de intervenções do artista complementam a exposição, que segue até 17 de abril, na Japan House São Paulo.

agenda

Nesta sexta-feira, dia 14, às 20h, Teco Padaratz comandará a noite do Surfland Brasil Experience, com pocket show acústico na casa da Surfland Brasil, no Ramblas by Roubadinhas, em Atlântida.

André Arteche é o ator convidado desta sexta-feira, dia 14, para o Evento Literário, na Saba, liderado por Luis Coronel, Isabela Fogaça, Shana Müller e Sérgio Rojas.

Neste sábado, na beira da praia de Capão da Canoa, o Hospital Moinhos de Vento promove, junto com a Run Sports, a Summer Night Run, com largada às 21h15min.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Ivan Mattos
Ivan Mattos
Ivan Mattos traz com exclusividade conteúdos sobre estilo de vida, turismo, atrações culturais e eventos de interesse para a sociedade gaúcha. A sua conexão com o que de mais importante acontece em Porto Alegre e no RS!