Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 29 de novembro de 2019.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 29/11/2019.
Alterada em 29/11 às 03h00min
COMENTAR | CORRIGIR

Estilo de vida

Walter Soldan na expedição pela África do Sul

Walter Soldan na expedição pela África do Sul


FOTOS ARQUIVO PESSOAL/DIVULGAÇÃO/JC
O empresário gaúcho Walter Soldan, 71 anos, um entusiasta das aventuras de carro e de moto, acaba de retornar de uma expedição pela África do Sul, onde percorreu 4 mil quilômetros, durante 14 dias, por paisagens desérticas, à beira-mar, passou por safaris e cachoeiras. Tendo Cape Town como ponto de partida, o grupo de nove motociclistas teve o apoio de dois guias de uma empresa portuguesa que oferece roteiros de aventura pelo mundo. Soldan já havia percorrido o Marrocos pilotando uma motocicleta, mas confessa que este percurso pela África do Sul exigiu preparo físico e resistência redobrada para enfrentar as longas distâncias percorridas diariamente. No caminho, o Cabo da Boa Esperança, a imponente Table Mountain, as montanhas de Cederberg, as maiores dunas do planeta, na Namíbia, as areias vermelhas de Sossusvlei e o grande deserto de Kalahari. O encontro com a tribo dos Bushman, povo que vive isolado e que só fala por estalidos, foi outro momento único da viagem. O grupo percorreu, ainda, o Delta do Okavango, no Botswana, uma das regiões de maior densidade de vida animal do planeta, e participou de dois safaris. A aventura terminou nas margens do rio Zambezi, no qual Zâmbia, Zimbabwe, Namíbia e Botswana se encontram e onde se localiza uma das maravilhas naturais do mundo, as Cataratas Victoria.
O empresário gaúcho Walter Soldan, 71 anos, um entusiasta das aventuras de carro e de moto, acaba de retornar de uma expedição pela África do Sul, onde percorreu 4 mil quilômetros, durante 14 dias, por paisagens desérticas, à beira-mar, passou por safaris e cachoeiras. Tendo Cape Town como ponto de partida, o grupo de nove motociclistas teve o apoio de dois guias de uma empresa portuguesa que oferece roteiros de aventura pelo mundo. Soldan já havia percorrido o Marrocos pilotando uma motocicleta, mas confessa que este percurso pela África do Sul exigiu preparo físico e resistência redobrada para enfrentar as longas distâncias percorridas diariamente. No caminho, o Cabo da Boa Esperança, a imponente Table Mountain, as montanhas de Cederberg, as maiores dunas do planeta, na Namíbia, as areias vermelhas de Sossusvlei e o grande deserto de Kalahari. O encontro com a tribo dos Bushman, povo que vive isolado e que só fala por estalidos, foi outro momento único da viagem. O grupo percorreu, ainda, o Delta do Okavango, no Botswana, uma das regiões de maior densidade de vida animal do planeta, e participou de dois safaris. A aventura terminou nas margens do rio Zambezi, no qual Zâmbia, Zimbabwe, Namíbia e Botswana se encontram e onde se localiza uma das maravilhas naturais do mundo, as Cataratas Victoria.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/11/24/206x137/1_d2c4f296_1fe0_4d45_bb79_676fefce5ecf-8910268.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ddae81140a2d', 'cd_midia':8910268, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/11/24/d2c4f296_1fe0_4d45_bb79_676fefce5ecf-8910268.jpg', 'ds_midia': 'Uma das vistas do passeio de moto na África do Sul', 'ds_midia_credi': 'ARQUIVO PESSOAL/DIVULGAÇÃO/JC', 'ds_midia_titlo': 'Uma das vistas do passeio de moto na África do Sul', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '600', 'align': 'Left'}
Uma das vistas do passeio de moto na África do Sul

Domingo Clássico

A última edição do ano do Domingo Clássico acontecerá neste domingo, dia 1 de dezembro, às 19h, na Associação Leopoldina Juvenil, com apresentação de obras de Mozart, Puccini, Cesar Franck, Caccini e Andrew Lloyd Webber. A entrada é franca, e uma parceria com o Projeto Juvenil Solidário sugere a doação de alimentos não perecíveis.

El Greco

El Greco, São Martinho e o pedinte
El Greco, São Martinho e o pedinte
/GRAND PALAIS/DIVULGAÇÃO/JC
Esta retrospectiva é a primeira grande exposição na França a ser dedicada ao artista nascido em Creta, Domenico Theotokopoulos, conhecido como El Greco, considerado como o último grão-mestre da Renascença e o primeiro grande pintor da Era de Ouro. Redescoberto no final do século XIX, reconhecido e adotado pela vanguarda do século XX, o artista desfrutou do duplo prestígio da tradição e da modernidade, com uma obra de grande dramaticidade, retratando figuras distorcidas e fora de padrão. A exposição pode ser visitada até 10 de fevereiro de 2020, no Grand Palais.

Artes e antiguidades

Depois do sucesso do leilão beneficente promovido por Paulo Gasparotto e Norton Fernandes, no Asilo Padre Cacique, na semana que passou, esta sexta-feira, dia 29, é o último dia para conferir o acervo. As peças de decoração, obras de arte, antiguidades e curiosidades permanecem à venda e podem ser adquiridas com valores acessíveis que irão colaborar com as obras assistenciais do Asilo Padre Cacique.

Mostra Fotográfica

Os fotógrafos Elvira T. Fortuna e Gilberto Perin na abertura da Mostra Em Construção, no Espaço Switch
Os fotógrafos Elvira T. Fortuna e Gilberto Perin na abertura da Mostra Em Construção
IVAN MATTOS/ESPECIAL/JC
 

Mestres em exposição

Toulouse Lautrec, O Circo Fernando
De Toulouse Lautrec, O Circo Fernando, é considerada uma das mais belas exposições da temporada
GRAND PALAIS/DIVULGAÇÃO/JC
O Gran Palais, em Paris, está apresentando duas das mais completas retrospectivas de Toulouse Lautrec e El Greco, até o começo de 2020. A de Toulouse Lautrec está sendo considerada uma das mais belas exposições da temporada em Paris. Exímio desenhista e observador sutil e irônico da Paris da Belle Époque, Lautrec pertencia à aristocracia francesa, mas possuía uma alma boêmia, o que o levou a retratar personagens da vida noturna, dos cabarés e teatros. A exposição, composta por 255 obras de coleções americanas, francesas e europeias, poderá ser visitada até o dia 27 de janeiro de 2020.

Agenda

  • Já está à venda o segundo lote de ingressos para o Luau 2019, do Grêmio Náutico União, no dia 7 de dezembro, na sede da Ilha do Pavão.
  • No dia 3 de dezembro, a Sogipa sedia mais uma edição da palestra saúde em Gotas, às 20h, no Anfiteatro da sede social, com Ariadne Esteves e Lyz Machado.
  • No dia 11 de dezembro, às 20h, no Salão de Festas da sede Alto Petrópolis, o União in Concert apresentará repertório erudito com orquestra e corais.
  • Nesta sexta-feira, dia 29, as debutantes da ALJ 2019 terão sua última Let’s Party, a partir das 22h30min, no Salão Leopoldina.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Ivan Mattos traz com exclusividade conteúdos sobre estilo de vida, turismo, atrações culturais e eventos de interesse para a sociedade gaúcha. A sua conexão com o que de mais importante acontece em Porto Alegre e no RS!